Open Journal Systems

RAÇÃO DE FARELO DE SOJA E DE FARELO INTEGRAL EXTRUSADA E DIFERENTES NÍVEIS DE SUBSTITUIÇÃO DO MILHO POR TITRICALE NA ALIMENTAÇÃO ANIMAL. II. DESEMPENHO NO CRESCIMENTO E NA TERMINAÇÃO DE SUÍNOS

LUIZ MÁRIO FEDALTO, GIOVANA LAÍS RUVIARO TULESKI, MARSON BRUCK WARPECHOSKI, CLARICE RIEKES

Abstract



Foram avaliadas duas fontes de proteína, farelo de soja e soja integral extrusada, e 5 níveis de
substituição (0, 25, 50, 75 e 100%) do milho pelo triticale, em rações para suínos em crescimento e
terminação. Considerando-se o período total, ganho de peso e consumo diários de ração foram menores
(P<0,05) nas dietas à base de soja integral extrusada, não correspondendo às expectativas. O peso ao abate foi
maior em 0 e 50% de substituição, mas a conversão alimentar não diferiu (P>0,05) entre os níveis. Conclui-se
que, corrigindo-se a energia, a substituição total do milho por triticale é viável.


Abstract


Rations containing two sources of proteins, soybean meal and extruded soy seeds, and 5
levels (0, 25, 50, 75 and 100 %) of substitution of the corn by triticale were evaluated in experiments
performed to study the growing and finishing behavior of swines. Extruded soy been seeds diet showed the
lower average gain weight and feed consumption (p < 0.05) in the total period of the experiment. Corn
substitution at 0 and 50% displayed a higher slaughter weight in spite of the fact that the feed efficiency was
not different between these levels (p < 0.05). It may be concluded that by introducing a correction in the
diets energy values, the substitution of maize by triticale is viable.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/avs.v4i1.3783