Produção e Composição Químico-Bromatológica de Gramíneas Tropicais Submetidas a Dois Níveis de Irrigação

Vinicius Silva Oliveira, Jucileia Aparecida da Silva Morais, Jailson Lara Fagundes, Juliana Carolina dos Santos Santana, Irla Gbriela Souza Lima, Camila Batista Santos

Resumo


Objetivou-se avaliar a produção e composição bromatológica de cinco espécies forrageiras submetidas a dois níveis de irrigação. As forrageiras utilizadas foram: Urochloa brizantha cv. MG-5, Andropogon gayanus, Urochloa humidicola, Digitaria umfolozi e Panicum maximum cv. Aruana, submetidas ou não a irrigação, com quatro repetições. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso em esquema fatorial 5 x 2. Observou-se interação significativa (P<0,05) na produção de MS, no teor de LFV e na relação lâmina foliar:colmo, entre as espécies e níveis de irrigação. Verificou-se diferença significativa (P<0,05) no teor de NDT, entre as espécies e os níveis de irrigação. Foi observada interação significativa (P<0,05) no teor de NT entre as forrageiras e níveis de irrigação. As forrageiras apresentaram maior teor de NT no nível sem irrigação. As forrageiras apresentaram maior teor de NIDIN e NIDA na área irrigada. A irrigação aumentou a produção por área e o percentual de LFV, a irrigação diminui o teor de NT e aumentou o percentual de nitrogênio complexado a parede celular das forrageiras (NIDIN e NIDA).

Palavras-chave


Forrageiras; NIDIN; nitrogênio total

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/avs.v20i2.36337

Archives of Veterinary Science. ISSN: 1517-784X