ÍNDICE DE ÁREAS VERDES PARA MACROZONA DE CONSOLIDAÇÃO DE PARANAVAÍ – PR

Rose Hélida Astolfo Freire, Elizete Besagio Calegari, Luiz Eduardo Correa, Bruno Luiz Domingos De Angelis

Resumo


A qualidade ambiental e de vida são fatores prejudicados no processo de expansão das áreas urbanas. A vegetação exerce papel relevante na amenização dos efeitos prejudiciais da urbanização, através de suas funções ambientais, estéticas e sociais, promovendo melhorias tanto na condição ambiental como na de vida da população citadina. A pesquisa procurou avaliar quali-quantitativamente a oferta de Áreas Verdes em três Zonas (1, 2 e 3) de Paranavaí-PR. Para tanto utilizou-se, num primeiro momento, o cálculo do Índice de Áreas Verdes (IAV) considerando as áreas, independentemente do aspecto qualitativo. Posteriormente, realizou-se análise qualitativa destas áreas e recalculou-se o IAV. Através do primeiro cálculo, constatou-se reduzida presença de Áreas Verdes para as três Zonas, especialmente nas Zonas 1 e 3 com 0 (zero) m²/hab. A partir da análise qualitativa verificouse em todas as Áreas Verdes deficiência em manutenção e infra-estrutura o que, consequentemente, reduziu o IAV para 0 (zero) m²/hab., nas três Zonas. Neste sentido, caracteriza-se a necessidade existente de implantação e manutenção de Áreas Verdes no espaço intra-urbano de Paranavaí.

Palavras-chave


Área Verdes; Urbanização; Análise quali-quantitativa; IAV

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v7i1.66601

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.