Open Journal Systems

SUSTENTABILIDADE DO PERÍMETRO IRRIGADO JABIBERI

Antenor Oliveira Aguiar Netto, Regina Machado, Maria Augusta Mundin Vargas

Resumo


O trabalho apresenta alguns indicadores de sustentabilidade
para avaliação de perímetros irrigados. Toma como estudo
de caso o Perímetro Irrigado Jabiberi, situado no Estado de
Sergipe, do tipo público e avalia as características do solo,
da água, produção agrícola e perfil dos irrigantes, desde a
sua implantação em 1987 até 2000. Registra-se, em termos
gerais, que a sustentabilidade do Perímetro Irrigado Jabiberi
apresenta-se com problemas.

Palavras-chave


Irrigação; políticas públicas; sustentabilidade; Irrigation; public politics; sustainability

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, J. Da ideologia do progresso à idéia de desenvol-vimento (rural) sustentável. In: ALMEIDA, J.; NAVARRO, Z.Reconstruindo a agricultura:idéias e ideais na perspectivado desenvolvimento rural sustentável. Porto Alegre: UFRGS,1997. p.117-145.

ARANHA, W. S. Produtividade média de grãos das varieda-des Sertanejo e São Francisco. Boletim – Emepa, João Pes-soa, n. 16, p. 1-16, jul. 2000.

BARRETO, A. N. Eficiência global do uso de água na agricul-tura irrigada. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE RECURSOSHÍDRICOS, 14.; SIMPÓSIO DE HIDRÁULICA E RECURSOSHÍDRICOS DOS PAÍSES DE LÍNGUA OFICIAL PORTUGUE-SA, 5., 2001, Aracaju. Anais... Aracaju: Associação Brasileirade Recursos Hídricos; Associação Portuguesa de RecursosHídricos, 2001. 1 CD-ROM.

COHIDRO. Relatório 2000. Aracaju, 2001.

CORREIA, R. C. Perfil dos colonos e sua relação com ainadimplência no perímetro irrigado Senador Nilo Coelho -Petrolina (PE). Petrolina: CPATSA, 1997. 1 CD-ROM.

EHLERS, E. M. O que se entende por agricultura sustentável?. São Paulo, 1994. 123 f. Dissertação (Mestrado em CiênciaAmbiental) - Programa de Pós-Graduação em CiênciaAmbiental, Universidade de São Paulo.FAETH, P. Análisis económico de la sustentabilidad agrícola.Agroecología y desarrollo. Santiago, n.7, p. 32-41, 1994.

IBGE. Relatório de acompanhamento de safras, jul. 2001.Disponível em: Acesso em: 10/1/2002.

MAGALHÃES, M. R. As causas da salinização nos solos dosperímetros irrigados do estado de Sergipe. Aracaju, 1999. 45f. Monografia (Especialização em Manejo de Água e Solo emMicrobacias Hidrográficas) - Núcleo de Pós-Graduação emManejo de Água e Solo em Microbacias Hidrográficas, Uni-versidade Federal de Sergipe.

PINHEIRO, S. L. G.; PEARSON, C. J.; CHAMALA, S. Enfoquesistêmico, participação e sustentabilidade na agricultura: I:Novos paradigmas para o desenvolvimento rural? RevistaAgropecuária Catarinense, Florianópolis, v. 10, n.1, p. 18-22,1997.

ROBOCK, S. H. Algumas reflexões históricas sobre o desen-volvimento de uma região semi-árida:o Nordeste do Brasil.Brasília: [s.n.], 1992.

SACHS, I. Desenvolvimento sustentável, bioindustrializaçãodescentralizada e novas configurações rural-urbanas: os ca-sos da Índia e do Brasil. In: VIEIRA, P. F.; WEBER, J. (Org.)Gestão de recursos naturais renováveis e desenvolvimento.São Paulo: Cortez, 1997. p. 469-494.

SOTO, E. A questão da sustentabilidade no desenvolvimentorural: a superação do velho na construção de um paradigmade desenvolvimento integral. Santa Maria, 1997. Dissertação(Mestrado em Extensão Rural) - Curso de Pós-Graduaçãoem Extensão Rural, Universidade Federal de Santa Maria.

SUASSUNA, J.; AUDRY, P. Estatística de salinidade das águasde irrigação do nordeste semi-árido brasileiro. In: REUNIÃOANUAL DA SBPC, 45., 1993. Anais... Recife: SBPC, 1993. p.53-72.

WOLF, P. The problem of sustainable of irrigations systems.In: Applied geography and development, Turbingen, v. 45/56,p. 456-489, 1995.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/raega.v12i0.3464