DANOS SOCIOAMBIENTAIS URBANOS EM CURITIBA: UMA ABORDAGEM GEOGRÁFICA

Denise Pinheiro FRANCISCO

Resumo


Classificam-se os danos socioambientais urbanos em Curitiba como provenientes de: Atividades Noturnas, Empreendimentos Imobiliários, Atividades Industriais, Serviços de Transportes e Atividades Diversas. Estas atividades e serviços compõem o conjunto de intervenções objeto de pesquisa em 44 ações civis públicas propostas pelo Ministério Público do Paraná (de 1986 a 2002). Os danos socioambientais urbanos identificados em Curitiba são: poluição sonora, poluição atmosférica, poluição hídrica, degradação ambiental e desequilíbrio ecológico, com danos à fauna e à flora e riscos à qualidade de vida (saúde e bemestar), além da lesão ao patrimônio cultural de valor histórico, urbanístico e paisagístico.

Urban partner-ambient damages in Curitiba: a geographic boarding

Abstract

The urban partner-environmental damages in Curitiba are classified as: Evening activities, Real Estate Enterprises, Industrial Activities, Services of Transports and Diverse Activities. These activities and services compose the set of interventions which were the object of research in 44 civil actions public proposals for the Public prosecution service of the Paraná State (1986−2002). The identified urban partnerambient damages in Curitiba are: sonorous pollution, atmospheric pollution, hydrical pollution, environmental degradation and ecological disequilibrium, with damages to the fauna and flora and risks to the quality of life (health and well-being), beyond the injury to the cultural patrimony of historical, urban and landscape value.


Texto completo:

PDF

Referências


ALVARES, Pedro Alcântara de Souza; SOUZA, FernandoPimentel. A poluição sonora em Belo Horizonte. RevistaBrasileira De Acústica e Vibrações, n. 10, 1992, p. 23-42.

ARAÚJO, Lilian Alves de. Danos ambientais na cidade doRio de Janeiro. In: GUERRA e CUNHA (Org.).Impactosambientais urbanos no Brasil. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil,2001. p. 347-403.

BRASIL. Lei n. 6.938, de 31 de agosto de 1981. Dispõe sobrea política nacional do meio ambiente, seus fins emecanismos de formulação e aplicação, e dá outrasprovidências.Diário Oficial da República Federativa do Brasil,Brasília, 02 set. 1981.

BRASIL. Lei n. 7.347, de 24 de julho de 1985. Disciplina aação civil publica de responsabilidade por danos causadosao meio ambiente, ao consumidor, a bens e direitos de valorartístico, estético, histórico, turístico e paisagístico (vetado)e dá outras providencias. Diário Oficial da RepúblicaFederativa do Brasil, Brasília, 02 jul. 1985

BRASIL.Constituição da República Federativa do Brasil:promulgada em 5 de outubro de 1988. 29. ed. atual. e amp.São Paulo: Saraiva, 2002.

COELHO, Maria Célia Nunes. Impactos ambientais emáreas urbanas – teorias, conceitos e métodos de pesquisa.In: GUERRA e CUNHA (Org.). Impactos ambientais urbanosno Brasil. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000. p. 17-45.

CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE. Resolução n.01 de 23 de janeiro de 1986. Dispõe sobre transporte deprodutos perigosos em território nacional. Diário Oficial daRepública Federativa do Brasil, Brasília, 4 ago. 1986.

CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE. Resolução n.237 de 22 de dezembro de 1997. Regulamenta os aspectosde licenciamento ambiental estabelecidos na políticanacional do meio ambiente. Diário Oficial da RepúblicaFederativa do Brasil, Brasília, 22 dez. 1997.

CHRISTOFOLETTI, Antonio. Modelagem de sistemasambientais. São Paulo: Edgard Blücher, 1999.

FIORILLO, Celso Antonio Pacheco. Estatuto da cidadecomentado:Lei nº 10.257. Lei do meio ambiente artificial.São Paulo: Revista dos Tribunais, 2002. p. 73-75.

FIRKOWSKI, Olga Lúcia C. Freitas. A nova territorialidadeda indústria e o aglomerado metropolitano de Curitiba. SãoPaulo, 2001. Tese (Doutorado em Ciências – GeografiaHumana) - Faculdade de Filosofia, Letras e CiênciasHumanas, USP.

GUIMARÃES, Carlos. Percepção e consciência. JoãoPessoa: Persona, 1996.

LIMA, Cristina de Araújo. Considerações sobre ocupaçõesirregulares e parcelamento urbano em áreas de mananciaisda região metropolitana de Curitiba-PR. Desenvolvimento eMeio Ambiente. Curitiba: UFPR, 2001. p. 97-114.

MACHADO, Paulo Affonso Leme. Estudos de DireitoAmbiental. São Paulo: Malheiros, 1992.

MAGNOLI, Demétrio. Desenvolvimento sustentável egeografia. São Paulo: Moderna, 2000.

MENDONÇA, Francisco. Abordagem interdisciplinar daproblemática ambiental urbano-metropolitana.Desenvolvimento e Meio Ambiente. Curitiba: UFPR, 2001.p. 79-95.

_____. Aspectos da problemática ambiental urbana daCidade de Curitiba/PR e o mito da “capital ecológica”.GEOUSP – Espaço e Tempo. São Paulo: USP. v. 12, 2002.

_____.Sistema ambiental urbano: uma abordagem dosproblemas sócio-ambientais da cidade. No prelo.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/raega.v9i0.3446

Direitos autorais

_____________________________________________

ISSN (IMPRESSO) 1516-4136 até 2008

ISSN (ELETRÔNICO) 2177-2738 a partir de 2009