CRENÇAS AMBIENTAIS ENTRE JOVENS ENGAJADOS EM COLETIVOS SOCIOAMBIENTAIS

Damaris Teixeira Paz, Maria Inês Gasparetto Higuchi

Resumo


As crenças ambientais são construtos importantes para os estudos das relações pessoa-ambiente, visto que as crenças orientam os comportamentos. O objetivo deste trabalho foi analisar as crenças ambientais presentes em jovens engajados em coletivos socioambientais. Os participantes integravam diferentes coletivos socioambientais de três cidades da região metropolitana de Manaus/AM, Brasil. Foram no total 19 jovens, com idades entre 16 e 29 anos, em sua maioria estudantes universitários (de graduação e de pós-graduação). Eles responderam a um questionário com perguntas sobre o seu perfil e uma escala de crenças ambientais. Os resultados mostraram que esses jovens têm crenças predominantemente ecocêntricas, voltadas para a proteção da natureza e que os orientam a ter mais comportamentos de cuidado com o ambiente. O engajamento dos jovens nos coletivos e o contato com outras pessoas interessadas na causa ambiental ajudaram a fortalecer seu comportamento em relação ao cuidado ambiental e a crenças ambientais pessoais ligadas a comportamentos desse tipo.

 


Palavras-chave


Engajamento Socioambiental; Identidade Ambiental; Crenças Ambientais.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v23i1.55240

Direitos autorais 2019 Damaris Teixeira Paz, Maria Inês Gasparetto Higuchi

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.