Cuidado parental e apoio social em mães residentes na capital e interior de Santa Catarina

Gabriela Dal Forno Martins, Samira Mafioletti Macarini, Mauro Luís Vieira, Virgínia Azevedo Reis Sachetti, Maria Lucia Seidl-de-Moura, Vera Silvia Raad Bussab

Resumo


O objetivo do estudo foi investigar a relação entre cuidado parental e apoio social recebido por mães da capital e do interior de Santa Catarina. Participaram 50 mães de cada contexto, que responderam a duas escalas sobre cuidado parental. Uma que avalia a frequência de realização das práticas e outra que avalia o grau de importância atribuída às mesmas. Ambas as escalas eram compostas por itens relacionados às dimensões de cuidados primários e de estimulação. O apoio social foi avaliado através de uma terceira escala. Os resultados indicaram que: (a) existem diferenças significativas entre crenças sobre cuidado e apoio social das mães nos dois contextos, apontando para uma maior valorização dos cuidados primários e um maior apoio social entre as mães do interior; e (b) embora exista relação positiva entre apoio social e valorização dos cuidados de estimulação entre as mães da capital, o mesmo não se aplica às mães do interior; portanto, tal relação não pode ser aplicada indiscriminadamente, já que outras variáveis, possivelmente relacionadas ao contexto em que a mãe vive, influenciam suas crenças e práticas de cuidado.

 

Palavras-chave: cuidado parental; apoio social; contexto cultural.


Palavras-chave


cuidado parental; apoio social; contexto cultural

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v13i1.10947

Direitos autorais