PAULO FREIRE NA BOLÍVIA: REMINISCÊNCIAS

Débora Mazza

Resumo


Paulo é um dos educadores e fi lósofos da educação brasileira mais lidos e citados no mundo. Autor de uma obra vastíssima, tem na Pedagogia do Oprimido o seu livro mais conhecido e traduzido em cerca de 40 idiomas. Nele é possível identifi car um método de alfabetização de adultos que entende que a leitura do mundo precede à leitura da palavra, uma metodologia dialógica que explora os círculos de cultura como uma dinâmica de trabalho horizontal entre educador e educandos na qual todos têm algo a ensinar e muito que aprender e várias técnicas de ensino e aprendizagens que, por meio de múltiplas linguagens, capturam, classifi cam, sensibilizam, problematizam e representam a realidade concreta dos educandos visando a conscientização, a alfabetização, a pós alfabetização, a ação política coletiva e a mudança social rumo a minimização das condições de pobreza, miséria e opressão e a ampliação dos processos de inclusão, acesso e participação de todo/as nos bens materiais e imateriais socialmente produzidos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/nesef.v10i2.83196