O AUDIOVISUAL COMO PRODUTOR DE HISTÓRIAS

Rodrigo Müller Marques, Jane Márcia Mazzarino

Resumo


Na contemporaneidade um leque de dispositivos comunicacionais possibilita modos de se comunicar e de criar documentos históricos. Investiga-se como um produto audiovisual pode ser estratégico para a construção do conhecimento histórico. Trabalhar a História a partir da educomunicação, explorando a produção audiovisual, dinamiza, torna participativo e pluraliza os modos de “fazer História”. Realizou-se um estudo qualitativo, com uso de revisão bibliográfica e pesquisa aplicada e intervencionista, na qual se explorou a pesquisa-ação, tendo como resultado a produção de um documentário com alunos da Escola Estadual de Ensino Médio Paverama/RS. A análise dos dados se deu etnograficamente. Através da produção audiovisual evidenciou-se o emergir da História Oral, da História Nova, da História Ambiental, a partir da História Local. Como resultado gerou-se aprendizagem e a construção do saber histórico através da experimentação com audiovisual no contexto escolar.

Palavras-chave


História; Educomunicação; Experimentação;

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/his.v67i1.54204

Licença Creative Commons Os textos da revista estão licenciados com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
 
História: Questões & Debates. ISSN: 0100-6932 e e-ISSN: 2447-8261.
Uma publicação do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Paraná (PPGHIS-UFPR) - com apoio da da Associação Paranaense de História (APAH)

Universidade Federal do Paraná
Rua General Carneiro, 460, 7º andar
Curitiba – Paraná – Brasil - CEP: 80060-150