“Comportamentos Antissociais na Infância e Juventude em Portugal (décadas de 70 a 90 do século XX): incursões exploratórias”

Helder Henriques, Carla Vilhena

Resumo


Este texto tem como objeto de análise discursos sobre as crianças e os jovens delinquentes que circularam em Portugal, no período compreendido entre as décadas de 70 e 90 do século XX. Do ponto de vista empírico, tomamos como referência a legislação produzida sobre esta temática, assim como o estudo da revista “Infância e Juventude”, propriedade da Federação Nacional das Instituições de Proteção à Infância, no arco temporal previsto. Começaremos por apresentar o quadro histórico de evolução do sistema de justiça de menores em Portugal ao longo de novecentos, para depois analisarmos o processo de construção social da categoria criança e jovem delinquente, fazendo particular referências quer àquelas que eram consideradas as causas deste problema, quer às soluções propostas.

 


Palavras-chave


Educaç~; Infância e Juventude; Delinquência; História; Risco

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/his.v62i1.35886

Licença Creative Commons Os textos da revista estão licenciados com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
 
História: Questões & Debates. ISSN: 0100-6932 e e-ISSN: 2447-8261.
Uma publicação do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Paraná (PPGHIS-UFPR) - com apoio da da Associação Paranaense de História (APAH)

Universidade Federal do Paraná
Rua General Carneiro, 460, 7º andar
Curitiba – Paraná – Brasil - CEP: 80060-150