DE COLONOS DESEJADOS A MORADORES INDESEJADOS: UM ESTUDO SOBRE A IDENTIDADE E SOCIABILIDADE ENTRE IMIGRANTES (PONTA GROSSA-PR, FINAL DO SÉCULO XIX)

Renata Sopelsa

Resumo


Primavera de 1895, noite fria, ruas escuras, mas em uma das casas comerciais da pequena cidade do interior do Paraná desenrolava-se um baile, animado por música e bebidas. Era uma festa de imigrantes, a festa dos russos, italianos, alemães, portugueses e outros “novos moradores” que, havia pouco tempo, tinham chegado a Ponta Grossa em busca de uma vida melhor. Com efeito, o povoado, que nasceu no Caminho das Tropas e que ao longo do oitocentos era formado por uma sociedade escravocrata e rural, nesse outro momento histórico passou a abrigar centenas de imigrantes europeus atraídos pelo poder político regional, que os percebia como “colonos morigerados” capazes de resolver a carência de mão de obra no estado. Mas, alheios a essa visão romantizada, uma vez instalados, esses indivíduos passaram por um processo de adaptação a esse novo mundo social, buscando reconstruir suas redes de sociabilidade e inserir-se na sociedade local, deixando assim de serem vistos como “estranhos”. Todavia, esse processo de ressocialização não transcorreu sempre de maneira tranquila, sem traumas. Por vezes, no contato com o “outro” deu-se o embate, o conflito, deu-se o crime. Assim, é com base em processos criminais que este artigo tem por objetivo analisar as formas de inserção dos imigrantes europeus em meio à sociedade ponta-grossense, ressaltando a necessidade por elesvivenciada de reconstruir suas identidades culturais perante os inevitáveis conflitos com as famílias mais antigas da cidade.

Palavras-chave


Imigrantes; Identidade; Sociabilidade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/his.v54i1.25732

Licença Creative Commons Os textos da revista estão licenciados com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional
 
História: Questões & Debates. ISSN: 0100-6932 e e-ISSN: 2447-8261.
Uma publicação do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Paraná (PPGHIS-UFPR) - com apoio da da Associação Paranaense de História (APAH)

Universidade Federal do Paraná
Rua General Carneiro, 460, 7º andar
Curitiba – Paraná – Brasil - CEP: 80060-150