LEVANTAMENTO DO USO DE PLANTAS MEDICINAIS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ, PALOTINA – PR, BRASIL

Suzana Stefanello, Carina Kozera, Bettina Monika Ruppelt, Daniela Fumagalli, Mariele Pasuch Camargo, Dircelei Sponchiado

Resumo


As plantas medicinais representam uma alternativa de tratamento e/ou de prevenção de doenças de grande importância na vida das pessoas, não somente por sua eficácia na ação terapêutica, mas também por se inserir simultaneamente como parte da cultura de um povo. Neste contexto, o presente trabalho teve como objetivo realizar um levantamento do uso das plantas medicinais entre os funcionários da Universidade Federal do Paraná, Palotina, Paraná, Brasil. Foram aplicados questionários semiestruturados sobre a utilização de plantas medicinais aos docentes, técnico-administrativos e funcionários terceirizados responsáveis pela manutenção da estrutura, jardins e da limpeza da universidade, totalizando 107 entrevistados. Detectou-se que 72% fazem uso de plantas medicinais, sendo que a maioria utiliza por ser um produto natural e que obtiveram o conhecimento a partir da tradição familiar. A cidreira, hortelã, boldo, camomila, guaco e a marcela foram as plantas citadas como mais utilizadas, e o resfriado, a gripe, cólicas e a enxaqueca como a doença e/ou mal estar mais frequentemente tratados com plantas medicinais. A partir dos resultados foram planejadas atividades de extensão, como palestras, dinâmicas, práticas e visitas ao horto medicinal da universidade. As atividades foram direcionadas numa primeira fase às funcionárias responsáveis pela limpeza, uma vez que preparavam chás diariamente para os demais envolvidos no estudo. A troca de saberes, a aquisição de novos conhecimentos e a interação entre alunos, professores e o público-alvo envolvido foram os aspectos mais evidentes durante as atividades realizadas, contribuindo para a formação dos alunos e a melhoria da qualidade de vida das pessoas.


Palavras-chave


Extensão; Plantas Medicinais; Indicações Terapêuticas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ef.v1i15.52776

Revista Extensão em Foco
ISSN  2358-7180