AS RÁDIOS COMUNITÁRIAS COMO CONCRETIZADORAS DOS DIREITOS HUMANOS ECONÔMICOS, SOCIAIS E CULTURAIS

Flávia Carlet

Resumo


O presente estudo versa sobre o papel das rádios comunitárias como concretizadoras dos direitos econômicos, sociais e culturais. Examina ainda alguns limites impostos às rádios comunitárias, aí compreendidos o monopólio dos meios de comunicação e a cultura jurídica positivista, e seus prejuízos aos direitos humanos fundamentais.

Palavras-chave


Rádios comunitárias; Direitos humanos fundamentais; Monopólio dos meios de comunicação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rfdufpr.v43i0.7007

Revista da Faculdade de Direito UFPR. ISSN: 0104-3315 (impresso) 2236-7284 (eletrônico).