Uma nova arquitetura de segurança regional? O papel da UNASUL na Resolução da Crise da Meia Lua na Bolívia em 2008.

Boris Perius Zabolotsky

Resumo


Este artigo se propõe analisar o posicionamento e a atuação da UNASUL no processo de resolução da Crise da Bolívia em 2008. A problemática desta pesquisa visa responder a seguinte pergunta: como uma organização recém criada, e com baixos níveis de instucionalização teve eficácia na resolução da crise boliviana? A hipótese que orientará este estudo considera que o quadro geopolítico e econômico da época, conciliou condições favoráveis e intenções dos governos para que a atuação da UNASUL fosse materializada. Para desenvolver a pesquisa ponderou-se a estruturação de três seções analíticas, sucessivas e complementares: a primeira parte se ocupa em apresentar o processo de desestabilização da Bolívia em que se observou a reemergência dos separatismos na região. A segunda seção busca examinar o papel assumido pela UNASUL na resolução deste conflito. Por fim, em termos conclusivos e analíticos, almeja-se averiguar a situação da UNASUL e do contexto regional de segurança latino-americano no pós crise boliviana. Os resultados demonstram que a atuação bem sucedida da instituição regional inaugurou uma nova fase no que tange as áreas de cooperação em segurança e mediação de conflitos, em que há uma interação simultânea entre o sistema UNASUL/CDS e OEA.  


Texto completo:

PDF

Referências


AYERBE, Luís Fernando. Crise de hegemonia e emergência de novos atores na Bolívia: o governo de Evo Morales. Lua Nova: Revista de Cultura e Política, [s.l.], n. 83, p.179-216, 2011. FapUNIFESP (SciELO).

CABALLERO, Sergio. Unasur y su aporte a la resolución de conflitos sudamericanos (IELAT‐ Noviembre 2012). Instituto de Estudios Latinoamericanos – Universidad de Alcalá. In:. Documentos de Trabajo IELAT. 44., 2012, Madrid: Instituto de Estudios Latinoamericanos, 2012. Disponível em: . Acesso em: 25/05/2017.

CHRISTOFARO, Danilo Fernandes. Evo Morales e oposição firmam acordo político na Bolívia. LFG. 17 set. 2008. Disponível em: . Acesso em: 27/05/2017.

CHOSSUDOVSKY, Michel. La desestabilización de Bolivia y la “Opción Kosovo”. Global Research. 2008. Disponível em: Acesso em: 04/06/2017.

CÚPULA da Unasul entra em acordo unânime de apoio à Bolívia. Folha Online. São Paulo, 16 set. 2008. Disponível em: . Acesso em: 20/05/2017.

DUARTE, Érico Esteves. Poder Militar, Crise Financeira e o Panorama de Segurança Internacional do Século XXI. Austral: Revista Brasileira de Estratégia e Relações Internacionais, Porto Alegre, v. 2, n. 3, p.11-45, 2013.

EXPLOSÃO obriga Bolívia a reduzir em 10% envio de gás natural ao Brasil, diz estatal, G1 Mundo, 10 set. 2008. Disponível em: Acesso em: 21/05/2017.

FUSER, Igor. NossaAmericaNuestra, Bolivia. São Paulo: Editora: Fundação Perseu Abramo, 2016. 220 p.

JACOME, Francine. É possível a Cooperação em Segurança na América do Sul? In: HOFMEISTER, W. (Org.). Segurança Internacional: Um Diálogo Europa- América do Sul. Rio de Janeiro: Fundação Konrad Adenauer, 2008.

KERSFFELD, Daniel. El papel de la UNASUR ante los conflictos internacionales:: dos estudios de caso. Revista Mexicana de Ciencias Políticas y Sociales, Ciudad de México, v. 58, n. 218, ago. 2013. Disponível em: . Acesso em: 28/05/2017.

LAYNE, Christopher. The Unipolar Illusion Revisited: The Coming End of the United States' Unipolar Moment. Quarterly Journal: International Security, vol. 31. no. 2. pp. 7-41, 2006.

LISBOA, Marcelino Teixeira. A Política Externa da Bolívia: Temas e Grupos de Interesse (2006-2014). 188 f. Tese (Doutorado) - Programa de Pós-graduação em Ciência Política, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2015.

LISBOA, Marcelino Teixeira, A política externa da Bolívia. IV Seminário Nacional de Sociologia e Política. Curitiba, 2012.

MALAMUD, Andrés; SCHENONI, Luis L.. Neoliberal institutionalism and neofunctionalism in Latin American security studies. In: MARES, David R.; KACOWICZ, Arie M.. Routledge Handbook of Latin American Security. New York: Routledge, 2015. Cap. 3. p. 44-56.

MALAMUD, Carlos. La Cumbre de Unasur en Santiago de Chile y el conflicto en Bolivia, ARI, Real Instituto Elcano, Madrid, n.121 2008.

MAYORGA, Fernando. Bolivia: Seguridad Regional, Crisis Política y Conflictos. In: MATHIEU, H. et al (Ed.). Anuario 2009 de la Seguridad Regional en América Latina y el Caribe. Bogotá: Friedrich Ebert Stiftung – Programa de Cooperación en Seguridad Regional, pp. 27-36.

MONTEIRO, Leonardo Valente. Revisionismos de relações com os Estados Unidos e suas variáveis nos governos progressistas da América do Sul. Revista Brasileira de Política Internacional, [s.l.], v. 57, n. 1, p.177-196, 2014. FapUNIFESP (SciELO)

NOLTE, Detlef; WEHNER, Leslie. UNASUR and the New Geopolitics of South America. 2012. Disponível em: . Acesso em: 15/07/2017.

QUIROGA, Carlos Alberto. Região boliviana produtora de gás aprova autonomia. 2008. Reuters Brasil. Disponível em: . Acesso em: 21/05/2017..

ROA, Luigino Bracci. BOLIVIA: The Massacre in Porvenir. 2008. Global Research. Disponível em: . Acesso em: 28/05/2017.

SANTA CRUZ aprobó referendo que declara su autonomia, La Nación, San José, 06 mai. 2008. Disponível em: Acesso em: 25/05/2017.

SEBBEN, Fernando Dall’onder. Bolívia: Logística Nacional e Construção do Estado. 2008. 188 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Programa de Pós-graduação em Ciência Política, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.

SERBIN, Andres. A América do Sul em um mundo multipolar.: A Unasul é a alternativa?. Nueva Sociedad, Buenos Aires, v. 1, n. 1, p.4-16, dez. 2009. Disponível em: . Acesso em: 22 jul. 2017.

SEVERGNINI, Nastasia Valentina Barcelo. DEMOCRACIA E INTEGRACION EN AMÉRICA DEL SUR: La acción de la UNASUR en las crisis político-institucionales de Bolivia (2008) y Ecuador (2010). 2015. 78 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Pós-graduação em Relações Internacionais, UNESP; UNICAMP; PUC-SP, São Paulo, 2017

SCHMIDT, Rafael Vitória. A institucionalização da UNASUL (2004-2012): os papéis de Brasil, Argentina e Venezuela. 195 f. Tese (Doutorado) - Programa de Pós-graduação em Estudos Estratégicos Internacionais, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2016.

UNASUR, Declaración Final de la Reunión Extraordinaria del Consejo de Jefes y Jefas de Estado de la Unión de Naciones Suramericanas. UNASUR, Los Cardales, Provincia de Buenos Aires, 4 maio. 2010. Disponível em: Acesso em: 25/05/2017.

UNASUR, Declaración de la UNASUR, UNASUR, Santiago de Chile, 12 de septiembre de 2008. Disponível em: Acesso em: 15/07/2017.

UNASUL, Tratado Constitutivo da União de Nações Sul-Americanas. UNASUL, Brasília, 23 maio. 2008. Disponível em:< http://www.itamaraty.gov.br/images/ed_integracao/docs_UNASUL/TRAT_CONST_PORT.pdf > Acesso em: 25/06/2017.

VIANA, Rodrigo (2012). Revolução à americana: a fábrica de opositores. Revista Fórum. 2012. Disponível em: . Acesso em: 22/07/2017.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cg.v6i3.54648

Apontamentos

  • Não há apontamentos.