Atuação brasileira na agenda regional de segurança e defesa: possibilidades de autonomia diante das mudanças sistêmicas

Naiane Inez Cossul

Resumo


O artigo objetiva discutir a atuação brasileira na construção da agenda regional de segurança e defesa, ressaltando que as mudanças sistêmicas ocorridas no pós-Guerra Fria e no pós-11 de Setembro permitiram espaços de autonomia regionais e um maior protagonismo brasileiro.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cg.v5i2.49350

Apontamentos

  • Não há apontamentos.