A Evolução da Política Migratória no Mercosul entre 1991 e 2014

Ludmila Culpi

Resumo


O presente artigo tem como objetivo investigar o processo de construção das políticas migratórias do Mercosul, que receberam maior atenção a partir dos anos 2000, com a assinatura dos Acordos de Residência do Mercosul em 2002. A hipótese da presente pesquisa, de que a mudança na identidade do Mercosul, de um processo com ênfase econômica para a priorização da questão social, garantiu a reinvenção do bloco e a mudança de rumos da política migratória, foi confirmada. Além disso, políticas mais progressivas na Argentina condicionaram a modificação da identidade do bloco na questão da imigração.

 

Palavras-chave: Mercosul; política migratória; identidade coletiva.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cg.v4i3.45387

Apontamentos

  • Não há apontamentos.