A Segunda Guerra do Golfo - Análise teórica

Lucas Hage dos Santos Chagas

Resumo


Posta sob análise à luz das teorias das relações internacionais, a decisão pela invasão do Iraque em março de 2003 nos remete ao debate entre militaristas e pacifistas quanto à utilidade e a necessidade da guerra. Uma análise política da Segunda Guerra do Golfo centra-se nos interesses de poder envolvidos. Justificativas morais e consequências políticas do conflito são objeto deste artigo, sob uma diversidade de prismas teóricos.

 

Palavras-Chave: teorias das relações internacionais; militaristas e pacifistas; interesses de poder.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cg.v4i1.41412

Apontamentos

  • Não há apontamentos.