A Reforma do Conselho de Segurança da ONU: Notas Preliminares

Alexsandro Eugênio Pereira

Resumo


Recentemente, o G4 (grupo formado por Brasil, Alemanha, Japão e Índia) criticou o atraso da reforma do Conselho de Segurança das Nações Unidas (CSNU). Esse grupo de países defendeu a ampliação do número de membros permanentes do Conselho. Nesse artigo, argumento que as propostas sobre a reforma do Conselho não se mostraram capazes de enfrentar desafios mais complexos colocados às principais organizações internacionais do mundo contemporâneo.

Palavras-chave: Organizações Internacionais; Conselho de Segurança; Democracia.



Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cg.v2i3.34616

Apontamentos

  • Não há apontamentos.