DEMANDAS DE EDUCAÇÃO PERMANENTE DE ENFERMAGEM EM HOSPITAL DE ENSINO

Priscila Meyenberg Cunha Sade, Aida Maris Peres, Tatiana Brusamarello, Nen Nalú Alves das Mercês, Lillian Daisy Gonçalves Wolff, Ingrid Margareth Voth Lowen

Resumo


Objetivo: analisar demandas de educação permanente da equipe de enfermagem de um hospital público de ensino do sul do Brasil.
Método: pesquisa documental, descritiva e quanti-qualitativa, realizada a partir de documentos preenchidos por profissionais de enfermagem em 2016, para avaliação do programa de educação permanente desse hospital. Na análise dos dados, utilizou-se funções estatísticas do Biostat5.3® e IRAMUTEQ®.
Resultados: 72 (48%) documentos preenchidos por profissionais de urgência/emergência; 140 (54,93%) marcações de não participação em ações educativas por desconhecimento; 108 (38,3%) solicitações de ações educativas para atualização técnico-científica. Sobre as expectativas acerca do programa, definiram-se seis classes: apresentação do programa; divulgação das ações; ações educativas relacionadas às unidades assistenciais; ações educativas a distância e nos setores; disponibilidade de horários para a mesma ação educativa; escala para participação dos profissionais nessas ações.
Conclusão: a análise documental de tais demandas subsidia o planejamento e aperfeiçoamento de propostas de educação permanente em enfermagem.


Palavras-chave


Planejamento em saúde; Educação continuada em enfermagem; Capacitação em serviço; Equipe de enfermagem; Serviços de enfermagem.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ce.v24i0.57130 ';



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Em caso de dificuldades ou dúvidas técnicas, faça contato com cogitare@ufpr.br

Cogitare Enfermagem. ISSN Eletrônico: 2176-9133