Preocupaciones y desafíos de la política en tres ciudades de frontera: Puerto Iguazú, Foz do Iguaçu y Ciudad del Este

María Fernanda Maidana

Resumo


Na procura por identificar o que é preciso considerar para compreender a política que fazem os prefeitos e vereadores de Puerto Iguazú (Argentina), Foz do Iguaçu (Brasil) e Cidade de Leste (Paraguai), abordo as preocupações ou grandes temas sobre a cidade conforme são entendidos por dirigentes políticos, habitantes, cronistas e comerciantes. Em Puerto Iguazú, a expansão da cidade perante uma urbanização limitada, precária e excludente, em tensão com o crescimento do turismo; em Foz do Iguaçu, o desenvolvimento socioeconômico e os obstáculos para alcançá-lo, desde a falta de concreção de certas obras de infraestrutura para a logística e o turismo; em Cidade de Leste, a crise do comércio como forma de pensar e transformar a cidade. Proponho que os dirigentes políticos das três prefeituras relacionam espaços sociais de escalas diferentes sob formas diversas e que, mesmo compartilhando assuntos ou problemas translocais, os sentidos e as práticas da política são, antes tudo, dissímeis e expressam fortes singularidades.


Palavras-chave


Política em cidades de fronteira – Política na Tríplice Fronteira – Cidades de fronteira- Práticas e sentidos da política

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cra.v17i1.46420

Direitos autorais 2017 CAMPOS - Revista de Antropologia Social