Representações Docentes sobre as Formas de Socialização e as Possibilidades de Aprendizagem dos Alunos Indígenas

Gabriela Novaro

Resumo


Neste artigo são apresentados alguns resultados de um trabalho realizado nos últimos anos sobre as escolas com população indígena na Argentina. Esse trabalho esteve vinculado a distintos espaços institucionais: a Universidade de Buenos Aires, o Ministério da Educação e alguns sindicatos docentes. Procura-se caracterizar as representações dos professores sobre os alunos indígenas, dando-se atenção a suas concepções sobre dois aspectos centrais: as formas de socialização e as possibilidades de aprendizagem desses alunos. Ao mesmo tempo, o artigo apresenta reflexões sobre as prioridades, possibilidades e obstáculos para o exercício da docência em contextos de diversidade cultural e lingüística. Por fim, e com base nas reflexões desenvolvidas, são propostos alguns critérios a serem considerados na definição da política educacional.

Palavras-chave


alunos indígenas; representações docentes; política educacional; Argentina; Indian students; teachers’ conceptions; educational policy; alumnos indígenas; representaciones docentes; política educativa

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cam.v6i0.4513

Direitos autorais