“Como possuir uma taboquinha?”: sobre a composição corporal dos pajés djeoromitxi

Nicole Soares Pinto

Resumo


Resumo:

Esse artigo pretende fornecer elementos etnográficos para o estudo do xamanismo praticado pelos povos de região do médio e baixo Guaporé (Rondônia), distribuídos hoje entre a T.I. Rio Guaporé e a T.I. Rio Branco. Focalizarei a constituição corporal dos especialistas xamânicos, processo no qual destaca-se um elemento proeminiente: uma taboquinha inserida na garganta dos pajés, invisível e muito perigosa para não especialistas. Procurarei explorar a ideia do corpo do pajé como a efetuação da ação dos espíritos que estão alhures, por meio de eventos referentes à sua formação e que podem ser entendidos como de composição e decomposição corporal. Esses eventos tratam da transmissão de conhecimento xamânico, objetificado na introdução e extração de armas, as quais são, num plano invisível para não pajés, pessoas inteiras e diferentes dos pajés.

 

 

Abstract:

This article seeks to provide ethnographic elements for the study of the shamanism practiced by  the indigenous people of the middle and low region of Guaporé river (Rondônia), distributed today among the Rio Guaporé Indigenous Land and the Rio Branco Indigenous Land. I will focus on the body constitution of these shamanic specialists, process in which is highlighted a proeminiente element: a type of “wood stick”, inserted into their throat, invisible and very dangerous for non-specialists. I try to explore the idea of the shaman's body as the effectuation of the action of the spirits who are elsewhere, through events related to their training in being a specialists. These events can be understood as a bodily composition and decomposition, because, in describing it, we’re dealing with the transmission of knowledge, objectified in the introduction and extraction of weapons, which are, in an invisible plane to non shamans, whole different people.

 


Palavras-chave


Djeoromitxi; xamanismo; corpo; guerra invisível

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/campos.v16i1.43099

Direitos autorais 2017 Direitos Autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista