Pelos Caminhos da Rota Romântica: Etnografia da constituição de um roteiro turístico no sul do Brasil

Moisés Kopper

Resumo


Este artigo problematiza o processo de constituição do roteiro turístico Rota Romântica ao longo do trajeto de catorze municípios de colonização alemã na região nordeste do estado do Rio Grande do Sul. Busca compreender o modo pelo qual sua configuração suscitou profundas restruturações políticas, econômicas e sociais, colocando em jogo novas relações entre a cidade e seus habitantes, entre natureza e cultura, que passam a informar os cálculos em torno dos benefícios que a indústria turística poderá trazer à região. Metodologicamente, o artigo concentra-se na análise de entrevista realizada com seu atual presidente, de materiais de divulgação diversos, bem como da vida social de dois comércios familiares locais em reformulação. Reordenada em torno da nova gramática do mercado turístico, as disputas semânticas trouxeram consequências não somente para a construção de diferentes modalidades ou aptidões turísticas no interior da região, como também para a recomposição da vocação étnica e comercial dos mercados locais.

Palavras-chave


turismo; imigração alemã; mercado; Rota Romântica; etnografia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/campos.v14i1/2.42574

Direitos autorais