A pesquisa biográfica e suas vicissitudes: apontamentos acerca da experiência etnográfica e imaginação

Anaxsuell Fernando Silva

Resumo


Este trabalho se propõe a problematizar o rigor na investigação biográfica. Para tanto será feita uma comparação de duas pesquisas que utilizam procedimentos analíticos e metodológicos diferenciados. Richard Fardon, que investigou o itinerário de Mary Douglas, e, Rubem Alves que escreve sobre a trajetória de Gandhi. O posicionamento de pesquisa apontado por cada biógrafo permite discutir suas escolhas para a partir delas discutir o papel do trabalho de campo e da imaginação na reconstituição das trajetórias investigadas por meio da narrativa.


Palavras-chave


Biografia; Etnografia; Narratividade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cam.v12i2.22657

Direitos autorais