Memórias de um Cabra Marcado pelo Cinema: representações de um Brasil rural

Eliska Altmann

Resumo



Com base no documentário Cabra Marcado para Morrer, de Eduardo Coutinho, o artigo analisa as representações
do Nordeste rural no cinema brasileiro. Através da história do surgimento das Ligas Camponesas, vemos como
o filme trata, a partir da reconstituição biográfica de um líder assassinado da Liga Camponesa de Sapé, as lutas e conseqüências de um movimento camponês. Assim, sob o enfoque da fabricação de significados sociais a partir
de signos artísticos, dialogamos com alicerces teóricos sobre o campesinato no Brasil como forma de discutir as
representações imagéticas que criam possíveis espaços históricos.

Memories of a Cabra Marked by Cinema: representations of a rural Brazil

Abstract


Based on Eduardo Coutinhos documentary Cabra Marcado para Morrer, the article analyzes representation of the
northeastern agricultural regions in Brazilian cinema. Through the history of the Ligas Camponesas sprouting, it is
shown how the film portrays, through the biographical reconstitution of an assassinated leader of Liga Camponesa de Sapé, the struggles and consequences of a peasant movement. Thus, by approaching social meanings manufactured
by artistic signs, the article dialogues with theoretical foundations of analysis of Brazilian peasantry as a way to discuss the imagetic representations that create possible historical spaces.


Palavras-chave


cinema; história; memória; campesinato; history; memory; peasantry.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cam.v5i2.1622

Direitos autorais