`Revelando Histórias: os usos do audiovisual na pesquisa com narradores da fronteira entre Argentina, Brasil e Uruguai

Luciana Hartmann

Resumo



O trabalho com audiovisual na pesquisa antropológica envolve não apenas o desenvolvimento de um conhecimento
técnico específico mas, sobretudo, a reflexão sobre o papel que estes instrumentos e produtos de registro e
representação da realidade podem ter, tanto na realização da pesquisa de campo quanto no momento de análise
e interpretação da cultura estudada. Neste artigo abordo as diferentes implicações que o audiovisual pode ter na
atividade antropológica, tendo como parâmetro minha experiência de pesquisa entre contadores de causos/cuentos
da fronteira entre Argentina, Brasil e Uruguai. Esta abordagem leva em conta questões ligadas à teoria, à prática,
à técnica e à ética na transmissão e troca de conhecimentos através da linguagem audiovisual.

Developing histories: audiovisual uses in research among story-tellers of the Argentina/Brazil/Uruguay border

Abstract


The use of audio-visual resources in social sciences is related to the development of specific technical knowledge
but also, a more importantly, presupposes a reflection on the role these resources and means of representation
have on fieldwork as well as on analysis and interpretation of any given culture. In this paper I emphasize different
implications of audio-visual resources in anthropological activity having as parameter my research experience
among storytellers of the borderline of Argentina, Brazil, and Uruguay. This approach considers theory, practice,
technique and ethics in transmission and exchange of knowledge by audio-visual language.


Palavras-chave


imagem; antropologia visual; contadores de histórias, fronteira; oralidade; image; visual anthropology; storytellers; border; orality.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/cam.v5i2.1621

Direitos autorais