Gestão das informações sobre treinamentos de agentes de segurança pública

João Daniel Coelho Júnior, Ana Clara Cândido

Resumo


Os órgãos de segurança pública têm um papel fundamental na sociedade visando o bem-estar e segurança de todos. Os agentes de segurança pública devem ter competências (capacidades técnicas, físicas e psicológicas) em pleno vigor para servir a sociedade com êxito, sendo o treinamento continuado um elemento fundamental para toda sua vida laboral. A falta de treinamento constante destes agentes poderá gerar grandes perdas, incluindo o bem mais precioso: a vida. O objetivo geral deste projeto é estudar as formas de gerenciamento das informações de treinamento continuado num órgão de segurança pública federal específico, bem como propor um sistema de informação que auxilie os gestores no controle e auxilie em correções de eventuais falhas. Trata-se de uma pesquisa exploratória para diagnosticar e identificar a atual situação de um órgão federal de segurança quanto ao registro e gestão das informações de treinamento dos servidores. Na etapa de diagnóstico serão realizadas entrevistas semiestruturada com gestores de órgãos centrais em Brasília responsáveis pelas capacitações e desenvolvimento tecnológico. Além disto, a aplicação de questionário estruturado com perguntas fechadas e abertas, com foco em algumas unidades regionais (superintendências) por amostra. Um estudo de benchmarking estadual é pretendido também na etapa inicial. A revisão teórica do projeto centra-se em descrever fluxos informacionais de Gestão de Pessoas por Competências e a relação com os conceitos de “informação-como-processo” e “informação-como- conhecimento”, e os paradigmas cognitivo e social. Espera-se com a conclusão deste estudo, contribuir para a aplicação da gestão da informação nos treinamentos de órgãos de segurança pública, indicando práticas e instrumentos para a sua implementação.

Palavras-chave


Ciência da Informação; Gestão de Informação; Mapeamento de Competência; Treinamento; Segurança Pública.

Texto completo:

PDF

Referências


Beal, A. (2012). Gestão Estratégica da Informação. São Paulo: Atlas. Borko, H. (1968). Ciência da informação: o que é isto? American Documentation, 19(1), 3–5. Recuperado de https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/3433774/mod_resource/content/1/OqueéCI.pdf.

Buckland, M. K. (1991). Information as thing. Journal of the American Society for Information Science. 42(5), 351-360.

Capurro, R. (1985). Epistemologia e ciência da informação. Royal Institute of Technology Library. Recuperado de http://www.capurro.de/trita.htm

Capurro, R. (2003). Epistemologia e Ciência da informação. In Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação. Belo Horizonte: Escola de Ciência da informação da UFMG.

Capurro, R., & Hjorland, B. (2007). O Conceito da Informação. Perspectivas em Ciência da Informação. 12(1), 148-207. Recuperado de http://bogliolo.eci.ufmg.br/downloads/CAPURRO.pdf

Chiavenato, I. (2004). Recursos humanos: o capital humano das organizações. 8. ed. São Paulo: Atlas.

Choo, C. W. (2003). A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões. Tradução de Eliana Rocha. (2a ed.). São Paulo: SENAC.

Coelho, E. M. (2004). Gestão do conhecimento como sistema de gestão para o setor público. Revista do Serviço Público. 1(2), 89-115. Retirado de https://revista.enap.gov.br/index.php/RSP/article/view/247/529

Ferreira, A. B. de H. (1999). Novo Aurélio Século XXI: o dicionário da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira.

Fischer, A. L. (2002). Um resgate conceitual e histórico dos modelos de gestão de pessoas: As pessoas na organização. São Paulo: Gente.

Fleury, M. T. L., & Fleury, A. (2001). Construindo o conceito de competência. Revista de Administração Contemporânea, 5(spe), 183–196. Recuperado de 10.1590/s1415-65552001000500010

Guimarães, A. (2010). Falta de treinamento e cultura atrasada estão por trás de erros policiais, dizem especialistas. Recuperado de https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2010/07/27/profissionais-miojo-ecultura-atrasada-estao-por-tras-dos-erros-policiais-dizem-especialistas.htm

Leme, R. (2005). Aplicação prática de gestão de pessoas por competências, mapeamento, treinamento, seleção, avaliação e mensuração de resultados de treinamento. Rio de Janeiro: Qualitymark.

Portaria Interministerial no 4.226 de 31/12/2010. (2010). Ministério de Estado da Justiça e Ministério de Estado Chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Estabelece Diretrizes sobre o Uso da Força pelos Agentes de Segurança Pública. Diário Oficial da União de 03/01/2011 (no 1, Seção 1, pág. 27).

Rabaglio, M. O. (2001). Seleção por competência. São Paulo: Educador.

Ruano, A. M. (2003). Gestão por competências, uma perspectiva para a consolidação da gestão estratégica de recursos humanos. Rio de Janeiro: Qualitymark.

Shannon, C. E., & Weaver, W. (1975). A teoria matemática da comunicação. Tradução de Orlando Agueda. São Paulo: Difel.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/atoz.v8i1.67252

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Serviços de indexação e agregadores

Web of Science
Directory of Open Access Journals
Sumários.org: sumários de revistas brasileiras
Google Acadêmico
LivRe! Portal para periódicos de livre acesso na Internet
InfoBCI
Latindex Catálogo
Bielefeld Academic Search Engine
INFOBILA: Información Bibliotecológica Latinoamericana
REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Brapci (Base de Dados Referencial de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação Brapci (Base de Dados Referencial de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação

Universidade Federal do Paraná
Mestrado e Doutorado Interdisciplinar em Gestão da Informação
ISSN: 2237-826X
Qualis (2013-2016):
B2 - Comunicação e Informação
B4 - Planejamento Urbano e Regional/Demografia; Saúde Coletiva; Interdisciplinar
B5 - Arquitetura, Urbanismo e Design; Engenharias III
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional
Esta obra foi licenciada sob uma Licença
Creative Commons Atribuição 4.0 Não Adaptada