A influência da informação publicada nas “redes sociais” no processo de seleção e recrutamento: um estudo exploratório na literatura

Luís Miguel Oliveira Machado

Resumo


Introdução: Numa sociedade cada vez mais online a relação entre pessoas alastrou-se naturalmente para a rede, para sites conhecidos como “Redes Sociais”. Nessa replicação, certos modos de comunicar e se representar, inócuos em estado offline, podem ser bastante prejudiciais profissionalmente quando reproduzidos em linha. Assim, o objetivo desta investigação é refletir sobre a importância - em termos profissionais - do perfil que é criado nas, ou pelo uso das, Redes Sociais em Linha (como o Facebook e outros sites similares), considerando a influência da atividade aí desenvolvida na obtenção de uma contratação laboral. Método: Foi realizada uma revisão da literatura, em forma de pesquisa exploratória, incluindo fontes bibliográficas e documentais, entre as quais 16 estudos primários efetuados entre 2008 e 2014, abrangendo a perspetiva de investigadores e recrutadores sobre esta problemática de forma a responder três questões, a saber: a) Os responsáveis pelos recursos humanos e/ou outros com poder de decisão em termos de gestão de funcionários, procuram efetivamente informação em linha sobre potenciais funcionários? b) A informação encontrada tem um papel relevante na decisão desses gestores de recursos humanos? c) Quem procura trabalho deve cuidar da sua “imagem digital” mesmo nas Redes Sociais em Linha não consideradas profissionais? Resultados: A procura de informação nas chamadas “Redes Sociais” sobre os candidatos a ofertas de emprego é efetivamente realizada ao longo de todo o processo de seleção e recrutamento. Essa prática, denominada de cybervetting, também abrange as Redes Sociais em Linha tidas como não profissionais e, atendendo aos estudos analisados, é de esperar um aumento da sua frequência. A informação encontrada nas “Redes Sociais em Linha” é também considerada na avaliação dos candidatos às ofertas de emprego, uma vez que é entendida, por muitos recrutadores, como parte da “identidade digital” do indivíduo em questão. Verifica-se, igualmente, que a influência da informação obtida por essa via tende a não ser favorável aos candidatos. Conclusão: Do ponto de vista dos recrutadores a prática de cybervetting é, frequentemente, encarada como um dever profissional no sentido de encontrar o candidato mais adequado. Pelo lado dos candidatos urge uma maior consciencialização da repercussão que a atividade desenvolvida em linha pode ter em termos profissionais. Os efeitos na sua “imagem digital” são similares aos de uma tatuagem, deixa marcas dificilmente removíveis.


Palavras-chave


Redes sociais; Oferta de emprego; Recrutamento e seleção; Identidade digital; Cybervetting

Texto completo:

HTML EPUB PDF

Referências


Acquisti, A. (2013, 14 de Junho). What will a future without secrets look like? TED Conferences. Recuperado de http://www.ted.com/talk/alessandro_acquisti_why_privacy_matters

Almeri, T. M., Martins, K. R., Paula, D., & Paiva, S. (2013). O uso das redes sociais virtuais nos processos de recrutamento e seleção. Educação, Cultura e Comunicação, 4(8), 77–94. Recuperado de http://publicacoes.fatea.br/index.php/eccom/article/viewFile/635/453

Araújo, V., Cardoso, G., & Espanha, R. (2008). Social structures in the era of networked communication: Youth and the reshaping of mediation. Lisboa: ISCTE - Lisbon Internet and Networks Institute. (LINI Working Papers N. 3)

Archana, L., Nivya, V. G., & Thankam, S. M. (2008). Recruitment through social media, area: Human resource. IOSR Journal of Business and Management, 37–41. Recuperado de http://iosrjournals.org/iosr-jbm/papers/ncibppte-volume-1/1024.pdf

Aresta, M. S. L. (2013). A construção da identidade em ambientes digitais: estudo de caso sobre a construção da identidade online no Sapo Campus e em ambientes informais (Tese de Doutorado, Universidade de Aveiro). Recuperado de http://ria.ua.pt/handle/10773/10441

Bashford, S. (2008, 22 de Janeiro). Recruitment: Virtual vacancies. Recuperado em 18 jun. 2015, de http://www.marketingmagazine.co.uk/article/778589/recruitment-virtual-vacancies

Berkelaar, B. L.,&Buzzanell, P. M. (2014). Cybervetting, person–environment fit, and personnel selection: Employers’ surveillance and sensemaking of job applicants’ online information. Journal of Applied Communication Research, 42(4), 456–476. doi: 10.1177/0893318914554657

Berkelaar, B. L., & Buzzanell, P. M. (2015). Online employment screening and digital career capital: Exploring employers’ use of online information for personnel selection. Management Communication Quarterly, 29(1), 84–113. doi:10.1080/00909882.2014.954595

Broughton, A., Foley, B., Ledermaier, S., & Cox, A. (2013). The use of social media in the recruitment process (no. 3/13).

Brighton: ACAS - Advisory, Conciliation and Arbitration Service. Recuperado de http://www.acas.org.uk/media/pdf/0/b/The-use-of-social-media-in-the-recruitment-process.pdf

Campos, M. D., & Oliveira, H. (2013, Maio). Despedidos por causa de mensagens no facebook: Apanhados na rede. Visão(1054), 58–63. Recuperado de http://issuu.com/medianasa/docs/vis_o_-_apanhados_na_rede/5

Cardoso, G., Araújo, V.,& Espanha, R. (2009). Out of information and into communication: Networked communication and internet usage. Lisboa: ISCTE - Lisbon Internet and Networks Institute. (LINI Working Papers N.5)

Clark, L. A., & Roberts, S. J. (2010). Employer’s use of social networking sites: A socially irresponsible practice. Journal of Business Ethics, 95(4), 507–525. doi: 0.1007/s10551-010-0436-y

Council of Europe. (2015). Recommendation CM/Rec(2015)5 of the Committee of Ministers to member States on the processing of personal data in the context of employment 2015). Recuperado de http://www.dgpj.mj.pt/sectionsnoticias/conselho-da-europa_3/downloadFile/attachedFile_f0/CMRec20155E.pdf?nocache=1428485746.25

Cross-Tab. (2010). Online reputation in a connected world. Cross-Tab Marketing Service. Recuperado de http://www.job-hunt.org/guides/DPD_Online-Reputation-research_overview.pdf

Davison, H. K., Maraist, C. C., Hamilton, R. H., & Bing, M. N. (2012). To screen or not to screen? using the internet for selection decisions. Employee Responsibilities and Rights Journal, 24(1), 1–21. doi:10.1007/s10672-011-9178-y

Ellison, N. B., & Boyd, D. M. (2013). Sociality through social network sites. In W. H. Dutton (Ed.), The oxford handbook of internet studies (p. 151–172). Oxford: Oxford University. doi:10.1093/oxfordhb/9780199589074.001.0001

Enriquez, J. (2013, Fevereiro). Your online life, permanent as a tattoo. TED Conferences. Recuperado de http://www.ted.com/talks/juan_enriquez_how_to_think_about_digital_tattoos

Fernandes, M. C. F. (2014). O uso das redes sociais no recrutamento externo em empresas portuguesas. Recuperado de http://recipp.ipp.pt/handle/10400.22/5266 (Instituto Politécnico do Porto - Escola Superior de Estudos Industriais)

Gil, A. C. (2008). Métodos e técnicas de pesquisa social (6a. ed.). São Paulo: Atlas.

Gomes, A. F. P. (2011). Recrutamento nas redes sociais on-line. Lisboa: Instituto Superior de Economia e Gestão. Recuperado de https://www.repository.utl.pt/handle/10400.53394

Gomes, T. C., Scherer, L. A., & Lobler, M. L. (2012). Uso das redes sociais virtuais no processo de recrutamento e seleção de pessoal: Uma análise na perspectiva de profissionais de recursos humanos. In Simpoi (p. 1–17). São Paulo: Fundação Getúlio Vargas. Recuperado de http://www.simpoi.fgvsp.br/arquivo/2012/artigos/E2012_T00264_PCN12758.pdf

Harvard Medical School. (2012, 17 de Fevereiro). Dawn of social networks: Hunter-gatherers provide clues about the evolution of cooperation. Recuperado de https://youtu.be/It-pHyDrkTM

Jobvite. (2010). 2010: Social recruiting survey results. Recuperado de http://web.jobvite.com/rs/jobvite/images/Jobvite2010SocialRecruitingReport_2.pdf

Jobvite. (2014). 2014: Social recruiting survey. Recuperado de https://www.jobvite.com/wp-content/uploads/2014/10/Jobvite_SocialRecruiting_Survey2014.pdf

Kokswijk, J. V. (2007). Digital ego: Social and legal aspects of virtual identity. Delft: Eburon.

L’Atelier. (2009, 24 de Agosto). Ética e recrutamento via redes sociais. Recuperado de http://www.e-thesis.inf.br/index.php?option=com_content&task=view&id=5783&Itemid=142

Lermusi, Y. (2011, 14 de Setembro). Cyber-vetting’s usage, risk, and future. Recuperado em 4 July 2015, de http://www.eremedia.com/ere/cyber-vettings-usage-risk-and-future/

Macleod, I. (2011, 24 de Outubro). Recuperado em 26 jun. 2015, de http://www.thedrum.com/news/2011/10/24/91-employers-use-social-media-screen-applicants

Martins, S. F. L. (2014). A procura online dos talentos: o papel dos sites de redes sociais no recrutamento de candidatos (Dissertação de Mestrado, Universidade de Lisboa - Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, Lisboa). Recuperado de http://hdl.handle.net/10400.5/8324

Mendonça, P. X. (2013, 27 de Dezembro). O paradoxo do Facebook: Despedimentos e direito ao topless. Recuperado de http://expresso.sapo.pt/blogues/bloguet_ciencia/blogue_na_casa_das_maquinas/o-paradoxo-do-facebook-despedimentos-e-direito-ao-topless=f847899

Molina, M. V. L. F. (2011). Redes sociais virtuais como uma nova ferramenta nos processos de recrutamento, seleção e controle de pessoal (Monografia de Graduação, Universidade de Brasília - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Brasília). Recuperado de http://bdm.unb.brhandle/10483/4231

Moreira, T. C. (2013). The digital to be or not to be: Privacy of employees and the use of online social networks in hiring decisions. International Journal of Law and Social Sciences, 2(2). Recuperado de http://dl6.globalstf.org/index.php/jlss/article/viewFile/531/548

Openshaw, A. (2011). The impact of social media on recruitment. Recuperado de http://www.nigelwright.com/media/1032/the-impact-of-social-media-on-recruitment.pdf

Pereira, J. P. (2013, 29 de Abril). Se procura emprego, não aposte tudo na internet. Recuperado de http://www.publico.pt/tecnologia/noticia/se-procura-emprego-nao-aposte-tudo-na-internet-1592854

Real, M. C., Cardoso, M. S., Giovaneta, A., & Birrer, B. (2012).

A influência das redes sociais virtuais no processo de recrutamento e seleção das empresas associadas à AJESM. In 1o. fórum internacional ecoinovar. Santa Maria: Universidade Federal de Santa Maria. Recuperado de http://ecoinovar.com.br/cd/artigos/ECO040.pdf

Reiterowski, A. (2013, 21 de Fevereiro). Social media policies and assessment. Recuperado em 23 June 2015, de https://alyreiterowski.wordpress.com/2013/02/21/social-media-policies-and-assessment/

Robert Walter Group. (2013). Using social media in the recruitment process. London. Recuperado de http://www.robertwalters.co.uk/wwwmedialibrary/WWW2/country/united-kingdom/content/Whitepaper/using-social-media-in-the-recruitment-process.pdf (Robert Walters Whitepaper)

Saramago, J. (2015, 25 de Abril). Europa proíbe despedimentos. Correio da Manhã. Recuperado de http://www.cmjornal.xl.pt/nacional/detalhe/europa_proibe_despedimentos.html

SIC Notícias. (2015, 24 de Abril). Conselho da Europa proíbe patrões de vigiar empregados nas redes sociais. Recuperado de http://sicnoticias.sapo.pt/pais/2015-04-24-Conselho-da-Europa-proibe-patroes-de-vigiar-empregados-nas-redes-sociais

Society for Human Resource Management. (2008a). Online technologies and their impact on recruitment strategies: Using social networking websites to attract talent. Recuperado de http://www.shrm.org/research/surveyfindings/documents/SNSstaffingresearchPresentationFinal.pdf

Society for Human Resource Management. (2008b). SHRM staffing research: Online technologies and their impact on recruitment strategies. Recuperado de http://www.shrm.org/Research/SurveyFindings/Documents/08-0521StaffInsert_3rdQtr_FINAL.pdf

Society for Human Resource Management. (2011). SHRM survey findings: The use of social networking websites and online search engines in screening job candidates. Recuperado de http://www.shrm.org/Research/SurveyFindings/Documents/Social%20Networking%20Websites%20Recruiting%20and%20Staffing_FINAL.pptx

Veríssimo, J., Macias, M., & Rodrigues, S. (2012). O impacto jurídico das redes sociais na internet (Dissertação de Mestrado, Universidade Nova de Lisboa - Faculdade de Direito). Recuperado de http://www.fd.unl.pt/docentes_docs/ma/meg_ma_15739.pdf

Vieira, M. P. S. (2012). Impacto das novas tecnologias no recrutamento nas empresas especializadas de recrutamento e selecção (Dissertação de Mestrado, Instituto Universitário de Lisboa - ISCTE Business School). Recuperado de https://repositorio.iscte-iul.pt/handle/10071/4031

WETM-TV. (2014, 8 de Abril). Corning Community College students learn about social media impacts. Recuperado de http://www.mytwintiers.com/story/d/story/corning-community-college-students-learn-about-soc/35451/isMc1z1OokOpgoxLfz4UxA




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/atoz.v5i1.44035

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Serviços de indexação e agregadores

Web of Science
Directory of Open Access Journals
Sumários.org: sumários de revistas brasileiras
Google Acadêmico
LivRe! Portal para periódicos de livre acesso na Internet
InfoBCI
Latindex Catálogo
Bielefeld Academic Search Engine
INFOBILA: Información Bibliotecológica Latinoamericana
REDIB (Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico)
Brapci (Base de Dados Referencial de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação Brapci (Base de Dados Referencial de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação

Universidade Federal do Paraná
Mestrado e Doutorado Interdisciplinar em Gestão da Informação
ISSN: 2237-826X
Qualis (2013-2016):
B2 - Comunicação e Informação
B4 - Planejamento Urbano e Regional/Demografia; Saúde Coletiva; Interdisciplinar
B5 - Arquitetura, Urbanismo e Design; Engenharias III
Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional
Esta obra foi licenciada sob uma Licença
Creative Commons Atribuição 4.0 Não Adaptada