Software educativo CHAKANA: una propuesta para desarrollar la inteligencia lógico-matemática de estudiantes universitarios

Guido Mazón Fierro

Resumo


Introdução: ao se demostrar que jovens estudantes do segundo semestre do curso de Engenharia de Sistemas e Computação da Universidade Nacional de Chimborazo (Equador) apresentam um nível básico de lógica dedutiva, e dificuldades na resolução rápida de problemas que envolvem raciocínio - o que resulta em um desempenho deficiente na disciplina de matemática - o objetivo deste estudo foi o de fornecer um recurso didático conmputadorizado voltado ao desenvolvimento da inteligência lógico-matemática, intitulado Software Educativo Chakana. Método: de um universo de cinquenta alunos retirou-se uma amostra aleatória de 19 que foi envolvida em duas fases de teste da ferramenta. Na primeira fase, projetou-se e criou-se o Software - considerando-se os problemas evidenciados pelos estudantes - e, na segunda fase (de emplementação do Software) validou-se um teste inicial com questões relativas à inteligência lógico-matemática e, após 14 semanas de trabalho com o Software aplicou-se o teste final. Resultados: a pesquisa demonstrou que o software educativo Chakana teve um impacto positivo na melhora do raciocínio lógico e, por consequência auxiliar ao desenvolvimento da inteligência lógico-matemática dos alunos envolvidos, em especial quanto à análise de relações lógicas e de analogias. Conclusão: Os estudantes consideraram a ferramenta atraente e sua aceitação e uso se refletiu nas notas obtidas na disciplina de matemática.

Palavras-chave


Software educativo; Metodologia THALES; Inteligências múltiplas; Raciocínio lógico-matemático

Referências


Campbell, L., Campbell, B., y Dickinson, D. (2010). Inteligencias múltiples usos prácticos para la enseñanza y aprendizaje. Buenos Aires: Troquel.

Castaño, O. (2014, 17 de oct.). Mentesenblanco. Descargado de http://www.mentesenblanco-razonamientoabstracto.com/razonamiento.html

Cataldi, Z., Lage, F., Pessacq, R., y García-Martínez, R. (2013). Metodología extendida para la creación de software educativo desde una visión integradora. Revista Latinoamericana de Tecnología Educativa, 2(1), 59–64. Descargado de http://relatec.unex.es/article/view/11

Gardner, H. (2013). Estructuras de la mente: La teoría de las inteligencias múltiples. México D.F.: Basic Books.

Madueño, L., y Ruiz, M. (2002). La organización del proyecto thales: una propuesta de informática educativa. Revista Latinoamericana de Tecnología Educativa, 1(2), 37–44. Descargado de http://relatec.unex.es/article/view/9

Rodríguez, J. (2013). Aprendizaje y educación en la sociedad. Barcelona: Sociedad Digital.

Supo, J. (2010, 20 de mar.). Bioestadistico.com. Descargado 12 mayo 2015, de https://www.youtube.com/watch?v=jq8C48KkdCA

Suárez, J., Maiz, F., y Meza, M. (2010, abr.). Inteligencias múltiples: Una innovación pedagógica para potenciar el proceso enseñanza aprendizaje. Investigación y Postgrado, 25(1), 81–94. Descargado de http://www.scielo.org.ve/scielo.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/atoz.v4i2.43691

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Universidade Federal do Paraná
Mestrado e Doutorado Interdisciplinar em Gestão da Informação
ISSN: 2237-826X
Qualis (2013-2016):
B2 - Comunicação e Informação
B4 - Planejamento Urbano e Regional/Demografia; Saúde Coletiva; Interdisciplinar
B5 - Arquitetura, Urbanismo e Design; Engenharias III
Licença Creative Commons
Esta obra foi licenciada sob uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada