Open Journal Systems

Esporte, identidade e integração de jogadores da Copa dos Refugiados e Imigrantes através de entrevistas semiestruturadas

Guilherme Silva Pires de Freitas

Resumo


Este artigo busca, através de entrevistas semiestruturadas realizadas no Estado de São Paulo com jogadores e migrantes, um melhor entendimento sobre como o evento de futebol amador, Copa dos Refugiados e Imigrantes, ajudou no processo de integração de refugiados no Brasil. O campeonato, criado na esteira da Copa do Mundo de futebol masculino em 2014, busca utilizar o futebol como elemento de integração social e discussão sobre a causa do refúgio no Brasil. A pesquisa também analisa como o torneio de futebol foi um importante ele de ligação para aproximar estes sujeitos com outras comunidades migrantes em São Paulo. A realização da competição também ajudou estes indivíduos em situação de refúgio a manter contato outros sujeitos em situação semelhante, fortalecendo assim suas ‘identidades migrantes’.  


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/ra.v15i2.93365

Apontamentos

  • Não há apontamentos.