Redes Sociais e Futebol: as torcidas retratadas através do Instagram durante a final da Liga dos Campeões da Europa 2016

Carlos Roberto Gaspar Teixeira, Roberto Tietzmann

Resumo


A partir da realização da final da Liga dos Campeões da Europa buscou-se analisar o comportamento manifestado pelos usuários da rede social Instagram, tendo em vista como acontece a relação entre os espaços físicos e a forma como os torcedores das equipes finalistas se autorrepresentam. Foram coletadas fotos, segmentadas por geolocalização, do entorno dos estádios das equipes finalistas, Real e Atlético, ambas de Madrid (Espanha), assim como do estádio onde o jogo foi realizado, San Siro na cidade de Milão (Itália). A análise considerou de que forma os torcedores se representavam, levando em conta o número de pessoas presentes nas imagens. Um dos resultados constado foi de que, apesar das localizações apresentarem ambientes coletivos e com grande concentração de pessoas (como estádio de futebol), a maioria das fotos continha apenas uma ou nenhuma pessoa. Tal fenômeno representa que a mobilidade tecnológica, de algum modo, trouxe um movimento de individualidade. Também foram verificadas transgressões em relação à veracidade físicas dos locais, já que os usuários marcavam uma localização que não necessariamente era a representada na postagem.

Palavras-chave


Instagram; Futebol; Torcida; Autorrepresentação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/2238-0701.2019n17p50-72