A cultura da convergência e as práticas discursivas em publicações oficiais da Câmara dos Deputados do Brasil: um estudo multimodal diacrônico

Janaína de Aquino Ferraz, Rosane Queiroz Galvão

Resumo


Esse estudo apresenta uma reflexão acerca do fenômeno chamado cultura da convergência e seus efeitos sobre a linguagem empregada em capas de jornais impressos da Câmara dos Deputados do Brasil, como marca de mudança na paisagem semiótica da comunicação social institucional. Buscamos, em primeiro lugar, a compreensão do conceito de cultura da convergência. Em seguida, apresentamos os efeitos concretos do fenômeno nas estruturas dos órgãos de comunicação social da Câmara dos Deputados do Brasil e em suas práticas discursivas. Num terceiro momento, ajustamos o foco à evolução da linguagem multimodal de um dos veículos de comunicação impressos da Câmara dos Deputados, o Jornal da Câmara. Por fim, esteados nos preceitos da Análise Crítica de Discurso e na Teoria Semiótica Social da Multimodalidade, intentamos revelar como as mudanças discursivas coadunam-se às novéis práticas sociais ligadas à chamada cultura da convergência.


Palavras-chave


Cultura da Convergência; Discurso político; Mídia; Multimodalidade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/2238-0701.2016n1p179-200