Perspectivas do campo criativo e as práticas institucionalizadas no Ensino Superior de Criação Publicitária

Juliana PETERMANN, Fábio HANSEN, Rodrigo STÉFANI CORREA

Resumo


Neste artigo daremos continuidade e amplitude a uma investigação que possui como preocupação central o ensino superior de criação publicitária e a sala de aula como campo de observação. O nosso objeto de estudo são as práticas pedagógicas de professores em disciplinas da área de criação publicitária. A ida a campo prevê a coleta de materiais didáticos e a gravação em áudio e vídeo de aulas de disciplinas cuja finalidade é o ensino de criação publicitária na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e na Universidade de São Paulo (USP). Como esta nova etapa da pesquisa está em fase inicial, a intenção aqui é compartilhar a essência da proposta da pesquisa, com hipóteses, resultados esperados e, em especial, o aporte teórico, construído sobre dois eixos: o dos conceitos de institucionalização de Berger e Luckmann (2008), e de habitus e dos capitais, a partir de Bourdieu.


Palavras-chave


Ensino; Criação Publicitária; Institucionalização; Recursos Metodológicos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/am.v1i6.34358