MÍDIA, GÊNERO E POLÍTICA: BREVE MAPEAMENTO DE HORIZONTES ANALÍTICOS

Rayza SARMENTO

Resumo


O objetivo deste trabalho é fazer um mapeamento sobre como a tríade gênero-mídia-política tem sido estudada. O gênero, como categoria analítica advinda dos estudos feministas, é uma preocupação dos (as) pesquisadores (as) de comunicação há mais de trinta anos. No entanto, o estudo da conexão mídia– gênero– política ainda é feito em menor escala se comparado às pesquisas desses temas em pares, afirmam Miguel e Biroli (2008; 2011). Em nossa sistematização, os três grandes fenômenos para os quais as pesquisas preocupadas com essa relação afluem são: a) a representação simbólica das relações de gênero nos produtos comunicacionais, a partir da perspectiva dos estudos culturais e do pós-estruturalismo; b) a construção midiática sobre a representação eletiva de mulheres e homens, conjugada com a literatura sobre dificuldade do acesso feminino aos cargos decisórios; e c) a relação entre ativismo feminista e meios de comunicação.


Palavras-chave


gênero; mídia; política.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/am.v0i5.32002