ARBORIZAÇÃO VIÁRIA NA CIDADE DE TAUBATÉ, SP: NO CENTRO COMERCIAL HISTÓRICO E UM BAIRRO RESIDENCIAL MODERNO

Eder Salim Minhoto, Evoni Antunes Monteiro, Simey Thury Vieira Fisch

Resumo


O objetivo principal deste estudo foi avaliar características quanto ao porte, qualidade, plantio e poda das árvores de duas regiões no município de Taubaté-SP, o centro e um bairro residencial. Foram percorridos 11,785 km de calçadas e 0,385 km de canteiros centrais, encontrando-se 415 indivíduos pertencentes a 50 espécies, sendo que 40% dessas representadas por apenas um espécime. As espécies sibipiruna (CaesalpiniapeltophoroidesBenth.), areca-bambu (Dypsis lutescens H. Wend), ipê-roxo (Tabebuia avellanedae L.) e ficus (Ficus benjamina L.) representaram 52% das espécies levantadas. Em relação ao porte das árvores plantadas na região central, 47,22% foram caracterizadas como espéciesinadequadas ao local, principalmente pela presença de fiação elétrica e estreitamento deruas e calçadas, típicas de centros históricos. Já no bairro analisado, 47,61% das espécieslevantadas foram consideradas adequadas por se tratar de uma área recente de ruas largas com canteiros centrais. Devido, principalmente, ao conflito com a fiação elétrica, nas duas regiões analisadas podas são realizadas quase sempre sem critérios técnicos, comprometendo arquitetura da copa e a saúde dos espécimes plantados.

Palavras-chave


Arborização urbana, podas e inventário quali-quantitativo, espéciesarbóreas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v4i2.66403

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.