ANÁLISE COMPARATIVA DOS PLANOS DIRETORES DE ARBORIZAÇÃO ENQUANTO INSTRUMENTO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO

Patrícia Mara Sanches, Juliana Amorim da Costa, Demóstenes Ferreira da Silva Filho

Resumo


A arborização das cidades brasileiras é marcada por falta de planejamento que resulta em um cenário de conflitos e baixa qualidade ambiental do espaço urbano. Portanto, faz-se necessária a utilização de instrumentos que normatizem e regularizem as atividades relacionadas à implantação e manejo da arborização viária. Um desses instrumentos é o Plano Diretor de Arborização Urbana (PDAU). Esse plano se constitui numa eficaz ferramenta tanto de planejamento como de guia para a manutenção e monitoramento da arborização urbana. Desta maneira, o estudo de Planos que já foram elaborados ou que estão em fase de elaboração é de grande importância para subsidiar a criação de novos para outras cidades. Neste trabalho foram analisados os Planos Diretores de Arborização das cidades de Porto Feliz/SP, Goiânia/GO, Vitória/ES e Porto Alegre/RS. Esta análise foi comparativa, possibilitando uma visão crítica de todos os aspectos e etapas que compõem o PDAU, gerando discussões e embasamento para futuros planos diretores.

Palavras-chave


plano diretor de arborização urbana, planejamento urbano, silvicultura urbana.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/revsbau.v3i4.66373

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.