UMA DEVOÇÃO PERUANA NA ITÁLIA CENTRAL ENTRE PIEDADE POPULAR E CATOLICISMO OFICIAL

Riccardo Cruzzolin

Resumo


No presente artigo são abordados dois temas entre eles entrelaçados. Em primeiro lugar é produzida uma reflexão sobre o modo em que a Igreja católica, como instituição, concebeu historicamente a diversidade cultural se detendo, em particular, no conceito de inculturação e em como deve ser conduzida a missão evangelizadora. Em segundo lugar, demos espaço à devoção popular expressada pelas populações não europeias, tomada aqui como resposta de baixo, senão como forma de resistência, às atividades de predicação e de apostolado desenvolvidas pelas figuras eclesiásticas. O êxito desses embates é uma rica dialética em que, por um lado, a Igreja tenta de incorporar e assim legitimar as expressões devocionais das classes mais humildes, por outro lado, os fieis se esforçam para defender uma religiosidade mais próxima de sua própria sensibilidade.   


Palavras-chave


Catolicismo; Igreja católica; Migração peruana; Piedade popular; Senhor dos Milagres

Texto completo:

PDF

Referências


A BÍBLIA. 3. ed. São Paulo: Paulinas, 1996.

AMBROSINI M., BONIZZONI P., MOLLI S. Immigrati cristiani a Milano. Esperienze di partecipazione, aggregazione, integrazione sociale. Annali di scienze religiose, 11, p. 113-140, 2018.

AMBROSINI M. Fratelli ma non troppo. La chiesa cattolica e gli immigrati in Italia. Mondi Migranti, 1, p. 9-27, 2019.

APPADURAI A. Modernità in polvere. Roma: Meltemi, 1996.

BOURDIEU P. Sul concetto di campo in sociologia. Roma: Armandio, 2010.

CARRILLO C. (2018) La Churona en Madrid. El vivir transnacional de un culto ecuatoriano. In: ROMIZI F. (Org.). Migrantes peregrinos. Quito: Abya-Yala, 2018. P. 45-74.

CRUZZOLIN R. Il Mayordomo e il Caudillo: forme della presenza nella diaspora peruviana. Roma: Aracne, 2018a.

CRUZZOLIN R. La Virgen del Cisne en Perugia (Italia). In: ROMIZI F. Migrantes peregrinos. Quito: Abya-Yala, 2018b. p. 181-199.

GELL A. Arte e agency. Milano: Raffaello Cortina editore, 2021.

GOFFMAN E. Il comportamento in pubblico: l’interazione sociale nei luoghi di riunione. Torino: Einaudi, 1971.

HANNERZ, U. La diversità culturale. Bologna: il Mulino, 2001.

HERZFELD M. Intimità culturale. Napoli: L’ancora del mediterraneo, 2003.

LAGOMARSINO F. Pregare tra due mondi: pratiche religiose e percorsi di integrazione degli immigrati. Genova: Genova University Press, 2021.

LARA R. Lo que los migrantes se llevaron. Símbolos religiosos y prácticas culturales en tierras italianas. In: ROMIZI F. Migrantes peregrinos. Quito: Abya Ayala, 2018. p. 167-180.

MARZAL, M. Tierra encantada: tratado de antropología religiosa de América Latina. Madrid: Editorial Trotta, 2002.

HONDAGNEU-SOTELO, P. God’s Heart Has No Borders. Berkeley and Los Angeles, California: University of California Press, 2008.

LEVITT, P. «You know, Abraham was really the first immigrant: religion and transnational migration». International Migration Review, vol. XXXVII, n.º 3 (Fall), p. 847-873, 2003.

LEVITT, P. God needs no passport: Immigrants and the changing religious landscape. New York: The New Press, 2007.

PAERREGAARD, K. In the Footsteps of the Lord of Miracles: the Expatriation of Religious Icons in the Peruvian Diaspora. Journal of Ethnic and Migration Studies, v. 34, n. 7, p. 1073-1089, 2008a.

PAERREGAARD, K. Peruvians Dispersed. Lanham, Maryland: Lexington Books, 2008b.

PONTIFÍCIO CONSELHO PARA A CULTURA. Para uma pastoral da cultura. Vaticano: 1999.

PONTIFÍCIO CONSELHO PARA A PASTORAL DOS MIGRANTES E ITINERANTES. Instrução Erga migrantes caritas Christi. Vaticano: 2004.

ROLDÁN V. Immigration and multiculturalism in Italy. The religious experience of the Peruvian community in Eternal City. Religions, v. 10, n. 8, p. 478, 2019.

ROMIZI, F. El Dios en la maleta: los caminos de la significación mítica de los ecuatorianos católicos en Barcelona y Nueva York. Tarragona e Quito: Universitat Rovira i Virgili e FLACSO Ecuador, 2014.

ROSTWOROWSKI M. Pachacamac y el Señor de los Milagros. Lima: Instituto de Estudios Peruanos, 1992.

SATTA M. M. Le feste: teorie ed interpretazioni. Roma: Carocci, 2008.

SILVERBLATT I. Modern Inquisitions: Peru and the Colonial Origins of the Civilized World. Durham and London: Duke University Press, 2004.

RUFINO, M. P. O código da cultura: o Cimi no debate da inculturação. In: MONTERO, P. Deus na aldeia: missionários, índios e mediação cultural. São Paulo: Editora Globo, 2006. p. 235-275.

TODOROV T. La conquista dell’America: il problema dell’«altro». Torino: Einaudi, 1984

TURNER V.; TURNER E. Image and Pilgrimage in Christian Culture: anthropological perspectives. Oxford: Blackwell, 1978.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rt.v11i2.88023