Open Journal Systems

CARACTERIZAÇÃO DE PERFIS LONGITUDINAIS DE RIOS APLICADA AO ESTUDO DA INFLUÊNCIA MORFOESTRUTURAL E MORFOTECTÔNICA NO RELEVO DO SETOR CENTRAL DO PLANALTO DAS ARAUCÁRIAS – SUL DO BRASIL

Jacson Gosman Gomes de Lima, Marga Eliz Pontelli, Andréa Cristina Lima dos Santos Matos

Resumo


Realizou-se análise de perfis longitudinais nos rios do setor central do Planalto das Araucárias, visando contribuir para o entendimento da influência morfoestrutural e morfotectônica no relevo. Imagens de radar foram utilizadas para extração da rede drenagem e curvas de nível. Foram considerados canais acima de 4ª ordem, nos quais plotou-se formações e estruturas geológicas. Os resultados mostraram que rios sobre única litologia são mais equilibrados, tendo rupturas de declive (knickpoints) menos acentuadas. Já aqueles com maior diferenciação litológica apresentam menor equilíbrio do canal e knickpoints mais acentuadas. Fatores estruturais também são importantes, pois as principais quebras nos rios associam-se a lineamentos (70%). Os trechos em ascensão e subsidência ao longo dos rios tem forte correlação com estruturas geológicas (52%), sendo mais expressiva na bacia do rio Chapecó (72%). Isso sugere que a área de estudo esteve sujeita a influência morfoestrutural e morfotectônica, sendo a bacia do Chapecó a mais afetada.


Palavras-chave


análise morfométrica, canais de drenagem, ruptura topográfica; diferenciação litológica, influência tectônica.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, F. F. M. O Planalto Basáltico da Bacia do Paraná. In: Boletim Paulista de Geografia, São Paulo, n. 24, p. 3-34, 1956.

ARIOLI, E. E.; LICHT, O. A. B. O Grupo Serra Geral no Estado do Paraná: Mapeamento geológico das cartas 1:250.000 de Guaíra, Cascavel, Campo Mourão, Foz do Iguaçu, Guaraniaçu, Guarapuava, Pato Branco e Clevelândia (Volume 1). Curitiba: Mineropar, 2013. 454 p.

BELLIENI, G.; COMIN-CHIARAMONTI, P.; MARQUES, L.S.; MARTINEZ, L.A.; MELFI, A.J.; NARDY, A.J.R.;

PAPATRECHAS, C.; PICCIRILLO, E.; ROISENBERG, A.; STOLFA, D. Petrogenetic aspects of acid and basaltic lavas from the Paraná plateau (Brazil): geological, mineralogical and petrochemical relationships. In: Journal of Petrology, v.27, p. 915-944, 1986.

BORGES, A; OLIVEIRA, D. R. M; LIMA, J. G. G.; GAZOLA, K. Caracterização morfométrica da bacia hidrográfica do Rio Camisas (RS). In: Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada, XVIII, 2019, Fortaleza. Anais....

Fortaleza: Universidade Federal do Ceará – CE, 2019, p. 1-12.

COUTO, E. V. D. Influência morfotectônica e morfoestrutural na evolução das drenagens nas bordas planálticas do alto Ivaí – Rio Alonzo – sul do Brasil. 2011. 108 p. Dissertação (Mestrado em Geografia), Pós- Graduação em Geografia, Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2011.

ETCHEBERE, M. L.; SAAD, A. R.; FULVARO, V.C; PERINOTTO, J.A.J. Aplicação do Índice “Relação Declividade- Extensão – RDE” na Bacia do Rio do Peixe (SP) para Detecção de Deformações Neotectônicas. In: Revista do Instituto de Geociências (USP), São Paulo, v. 4, n. 2, p. 43-56, out/2004.

FLORES, D. M.; ADALTO, G. L.; DÉBORA, OLIVEIRA. Ruptura de declive fluvial em basaltos hipoialinos: natureza e características. In: Boletim Paulista de Geografia, v. 96, p. 91-111, 2017.

FUJITA, R. H. Geomorfologia e evolução quaternária da calhado alto Rio Paraná, no segmento livre de barramentos, entre os reservatórios de Porto Primavera e Itaipu. Rio Claro, 2014. 119 p. Tese (Doutorado em Geociências e Meio Ambiente) – Universidade Estadual Paulista.

FUJITA, R.H.; PAISANI, J. C.; PONTELLI, M. E. Compartimentação fluviomorfométrica da bacia hidrográfica do rio Chapecó, primeira aproximação. In: Revista Brasileira de Geomorfologia, v. 18, p. 535-546, 2017.

GARBOSSA, R. A. O controle litoestrutural na organização espacial da bacia do Rio Tagaçaba (Paraná): uma análise morfométrica da rede de drenagem. Curitiba. 2003. 123 p. Dissertação (Mestrado em Geologia Ambiental). Universidade Federal do Paraná.

HOWARD, A. D. Dranaige analysis in geologic interpretation a summation. In: The American Association of Petroleum Geologists Bulletin, v. 51, n. 11, p. 2246-2259, nov/1967.

LIMA, A. G. Controle geológico e hidráulico na morfologia do perfil longitudinal em rio sobre rochas vulcânicas básicas da Formação Serra Geral no Estado do Paraná. Florianópolis, 2009. 219 p. Tese (Doutorado em Geografia), Universidade Federal de Santa Catarina.

LIMA, A. G. Erosão fluvial sobre rochas vulcânicas: algumas inferências a partir de segmentos côncavos de perfis longitudinais. In: Revista Brasileira de Geociências, v. 42, p. 34-41, 2012.

LIMA, J. G. G.; PONTELLI, M. E. Determinantes morfoestruturais na gênese do relevo no Planalto de Palmas (PR)/Água Doce (SC) – Sul do Brasil. In: Revista de Geografia (UEL), Londrina, v.22, n.3. p. 81-92, 2013.

LIMA, J. G. G.; SANTOS-MATOS; GUIMARÃES, S. N. P; PONTELLI, M. E. Structural lineaments characterization in the central region of Araucarias Plateau: preliminary analysis. In: Sixteenth International Congress of the Brazilian Geophysical Society, 16th, 2019, Rio de Janeiro. Anais...Rio de Janeiro: Brazilian Geophysical Society, 2019, p. 1-6.

LOPES, F. A.; PIUZANA, D.; LEITE, V. A.; MILAGRES, A. R. Análise da influência litológica e estrutural a partir de métodos morfométricos em segmentos de drenagem na porção cimeira da bacia hidrográfica do Rio Jequitinhonha, MG. In: Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 17, n. 58, P. 136-153, Jun/2016.

McKEOWN, F.A.; JONES-CECIL, M.; ASKEW, B.L.; McGRATH, M.B. Analysis of stream-profile data and inferred tectonic activity, Eastern Ozark Mountain Region.U. S. Geological Survey bulletin, n. 1807. 1988.

NARDY, A.J.R.; OLIVEIRA, M.A.F. DE; BETANCOURT, R.H.S.; VERDUGO, D.R.H.; MACHADO, F.B. Geologia e

Estratigrafia da Formação Serra Geral. In: Revista de Geociências (UNESP), Rio Claro, v. 21, n. 1/2. p. 15 - 32. 2002.

PAISANI, J. C.; SANTOS, L. J. C.; GOUDARD, G.; GOULART, A. Á.; BIFFI, V. H. R. Subtropical Araucaria Plateaus. In:

SALGADO, A. A. R.; SANTOS, L. J. C.; PAISANI, J. C. P. (org.). The Physical Geography of Brazil: Environment, Vegetation and Landscape. Springer International Publishing, 2019.

PALHA, W. S. M.; CARVALHO, C. A. S. Extração automática de lineamentos e análise neotectônica preliminar da região hidrográfica Centro Amazonense utilizando dados de interfometria de radar. In: Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, XII, 2005 Goiânia. Anais... Goiânia: INPE, 2005, p. 16-21.

SALAMUNI, E.; EBERT, H. D.; HASUI, Y. Morfotectônica da Bacia Sedimentar de Curitiba. In: Revista Brasileira de Geociências, São Paulo, v. 34, n. 4, p. 469-478, Dez. 2004.

SOARES, P. C.; FIORI, A. P. Lógica e sistemática na análise e interpretação de fotografias aéreas em geologia. In: Notícia Geomorfológica, Rio Claro, n. 16, v. 32, p. 71-104, 1976.

SORDI, M. V.; SALGADO, A. A. R.; PAISANI, J. C. Evolução do relevo em áreas de tríplice divisor de águas regional

- o caso do Planalto de Santa Catarina: uma análise morfoestrutural. In: Revista Brasileira de Geomorfologia, São Paulo, v. 16, nº 4, 2015.

VARGAS, K. B. Caracterização morfoestrutural e evolução da paisagem na Bacia Hidrográfica do Ribeirão Água das Antas – PR. Maringá, 2012. 98 p. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Estadual de Maringá.

WILDNER, W.; BRITO, R. S. C.; LICHT, O. A. B; ARIOLI; E. E (coord). Geologia e recursos minerais do sudoeste do estado do Paraná. Escala 1:200.000, Brasília: CPRM, 2006. (Convênio CPRM/MINEROPAR): 95 p. + mapas.

ZALÁN, P. V.; WOLFF, S.; CONCEIÇÃO, J. C. J.; ASTOLFI, M. A. M.; VIEIRA, I. S.; APPI, V. T.; ZANOTTO, O. A.

Tectônica e sedimentação da Bacia do Paraná. In: III Simpósio Sul-Brasileiro de Geologia, 1987, Curitiba. Anais...

Curitiba: Sociedade Brasileira de Geologia, v. 1, 1987, p. 441-477.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/raega.v57i0.87422