DINÂMICA E SUCESSÃO DOS PADRÕES DA PAISAGEM AGRÍCOLA NO MUNICÍPIO DE COCOS (BAHIA)

Fabiana de Oliveira HESSEL, Osmar Abílio de Carvalho JUNIOR, Roberto Arnaldo Trancoso GOMES, Eder de Souza MARTINS, Renato Fontes GUIMARÃES

Resumo


A necessidade de mapear e monitorar a superfície terrestre sobre uma amplitude de escalas temporais e espaciais é de importância primária na avaliação dos ecossistemas e para o planejamento do desenvolvimento sustentável. O presente trabalho objetiva analisar o processo de sucessão dos padrões de mudanças da paisagem no município de Cocos usando sensoriamento remoto. O município localiza-se na região do Oeste da Bahia onde ocorre uma intensa expansão agrícola e do agronegócio devido às condições ambientais favoráveis com terras planas e estações de chuvas bem definidas. Imagens do sensor ALOS e Landsat 5 foram usadas para produzir os mapas de uso e cobertura da terra nos anos 1996, 2000, 2004 e 2008. A metodologia proposta possui as seguintes etapas: (a) pré-processamento das imagens; (b) classificação do uso e cobertura da Terra por interpretação visual e detecção de mudança usando o método de pós-classificação; (c) análise multitemporal das infraestruturas; e (d) identificação do seqüenciamento dos padrões relativos à transformação dos ambientes naturais em antrópicos. A agropecuária apresenta uma forte tendência de crescimento ao longo do tempo, sendo o principal vetor de alteração da paisagem natural. Observa-se um processo crescente da conversão do Cerrado em áreas agrícolas. O aumento de rodovias é um importante indicador do advento da paisagem agrícola. Apesar do município ainda possuir extensas áreas preservadas, as localidades de ocupação agrícola apresentam a completa devastação do Cerrado. Essas mudanças do uso da terra possuem implicações na conservação do Cerrado e no manejo de uma agricultura sustentável.

Palavras-chave


Sensoriamento Remoto; Processamento de Imagens; Análise Multitemporal; Detecção de Mudança; Cobertura da Terra; Monitoramento da Vegetação.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO-FILHO, M. da C.; MENESES, P. R.; SANO, E. E. Sistemas de classificação de uso e cobertura da terra com base na análise de imagens de satélite. Revista Brasileira de Cartografia, n. 59/02, p. 171-179, 2009.

BAHIA, Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI).Banco de dados, mapas e cartogramas digitais. Salvador, BA: 2007. 20 Cartogramas. Escala: 1: 6 500 000. Disponível em: . Acesso em 30 mar. 2009.

BATISTELLA, M.; ROBESON, S.; MORAN, E. F. Settlement design and landscape change in Amazônia: a multi-temporal evaluation using spatial metrics. Photogrammetric Engeneering and Remote Sensing, v. 69, n. 7, p. 805-812, 2003.

BENITE, E. V. A tecnologia espacial como ferramenta para o monitoramento ambiental: um caminho para o desenvolvimento sustentável. 2006. 152 f. Dissertação (Mestrado em Política e Gestão de Ciência e Tecnologia), Universidade de Brasília, UnB, Centro de Desenvolvimento Sustentável, CDS. Brasília, DF, 2006.

BERTRAND, G. Paysage et Geographie Physique Globale Esquisse méthodologique. Révue Geographique des pyrinées et Du Sud-Ouest. v. 39 n. 3, p. 249-272, 1968.

BRASIL, Ministério do Meio Ambiente, Secretaria de Biodiversidade e Florestas (MMA/SBF). Avaliação e identificação de áreas prioritárias para a conservação, utilização sustentável e repartição dos benefícios da biodiversidade nos biomas brasileiros. Brasília, DF, 2002, 404 p.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente, Secretaria de Biodiversidade e Florestas (MMA/SBF). Fragmentação de Ecossistemas: Causas e Efeitos sobre a Biodiversidade e Recomendações de Políticas Públicas. Brasília: MMA/SBF, 2003, 510 p.

BYRNE, G. F.; CRAPPER, P. F.; MAYO, K. K. Monitoring land cover change by principal component analysis of multitemporal Landsat data. Remote Sensing of Environment, v. 10, p. 175–184, 1980.

CAKIR, H. I.; KHORRAM, S.; NELSON, S. A. C. Correspondence analysis for detecting land cover change. Remote Sensing of Environment, v. 102, n. 3-4, p. 306-317, 2006.

CARVALHO JÚNIOR, O. A.; SAMPAIO, C. S.; SILVA, N.C. da; COUTO JUNIOR, A. F.; GOMES, R. A. T.; CARVALHO, A. P. F.; SHIMABUKURO, Y. E.Classificação de padrões de savana usando assinaturas temporais NDVI do sensor MODIS no Parque Nacional Chapada dos Veadeiros. Revista Brasileira de Geofísica, v. 26, n. 4, p. 505-517, 2008.

CARVALHO JÚNIOR, O. A.; HERMUCHE, P. M. & GUIMARÃES R. F. Identificação regional da floresta estacional decidual na bacia do rio Paranã a partir da análise multitemporal de imagens MODIS. Revista Brasileira de Geofísica, v. 24, n. 3, p. 319–332, 2006.

CARVALHO JÚNIOR; O. A.; GUIMARÃES, R. F.; GILLESPIE, A. R.; SILVA, N. C.; GOMES, R. A. T. A New Approach to Change Vector Analysis Using Distance and Similarity Measures. Remote Sensing, v. 3, p. 2473-2493, 2011.

COHEN, W. B.; FIORELLA, M.; GRAY, J.; HELMER, E.; ANDERSON, K. An efficient and accurate method for mapping forest clearcuts in the Pacific Northwest using Landsat imagery. Photogrammetric Engineering and Remote Sensing, v. 64, n.4, p. 293–300, 1998.

COPPIN, P.; JONCKHEERE, I.; NACKAERTS, K.; MUYS, B.; LAMBIN, E. Review article digital change detection methods in ecosystem monitoring: a review. International Journal of Remote Sensing, v. 25, n. 9, p. 1565-1596, 2004.

COPPIN, P.; NACKAERTS, K.; QUEEN,L.; BREWER, K. Operational monitoring of green biomass change for forest management. Photogrammetric Engineering and Remote Sensing, v. 67, p. 603–611, 2001.

CREPANI, E.; MEDEIROS, J.S.; HERNANDEZ FILHO, P.; FLORENZANO, T.G.; DUARTE, V.; BARBOSA, C.C.F. Sensoriamento Remoto e Geoprocessamento Aplicados ao Zoneamento Ecológico-Econômico e ao Ordenamento Territorial. INPE-8454-RPQ-722, 2001, São José dos Campos: INPE, 2001, 124p.

DE BRUIN, S. Querying probabilistic land cover data using fuzzy set theory. International Journal of Geographical Information Sciences, v. 14, p. 359–372, 2000.

FELFILI, J.M.; SILVA JÚNIOR, M.C. Biogeografia do bioma cerrado: estudo fitofisionômico da Chapada do Espigão Mestre do São Francisco. Brasília: Universidade de Brasília, 2001. 152p.

FERREIRA, L.V.; VENTICINQUE, E.; ALMEIDA, S.S. O desmatamento da Amazônia e a importância das áreas protegidas. Estudos Avançados. v. 19, n. 53. p. 157-166, 2005.

FORMAN, R. T. T. Land Mosaics: The Ecology of Landscapes and Regions. Cambridge, UK: Cambridge Univ. Press, 1995, 656p.

FUNG T & LEDREW E. The application of principal components analysis to change detection using various accuracy indices. Photogrammetric Engineering and Remote Sensing. v. 53, p. 1649–1658, 1987.FUNG, T.; LEDREW, E. Thedetermination of optimal threshold levels for change detection using various accuracy indices. Photogrammetric Engineering and Remote Sensing, v. 54, n. 10, p. 1449-1454, 1988.

GONG, P.; LEDREW, E. F.; MILLER, J. R. Registration–noise reduction differenceimages for change detection. International Journal of Remote Sensing, v. 13, p. 773–779, 1992.

GORDON, S. Utilizing Landsat imagery to monitor land use change. Remote Sensing of Environment, v. 9, p. 189–196, 1980.

HOWARTH, P.J. & MICKWARE, G.M. Procedures for change detection using Landsat digital data. International of Remote Sensing, v. 2, p. 277-279, 1981.

IGARASHI, T. ALOS mission requirement and sensor specifications. Advances in Space Research, v. 28, n. 1, p. 127-131, 2001.

JAXA. ALOS Product Format Description. 2006. Acessado em 7 Junho 2009. Disponível em: .

JENSEN, J. R.; COWEN, D. J.; NARUMALANI, S.; ALTHAUSEN, J. D.; WEATHERBEE, O. An evaluation of Coastwatch change detection protocol in South Carolina. Photogrammetric Engineering and Remote Sensing, v. 59, p. 4, p. 519–525, 1993.

KLINK, C. A.; MACHADO, R. B. A conservação do Cerrado brasileiro. Megadiversidade, v. 1, n. 1,p. 147-155, 2005.

KOCAMAN, S.; GRUEN, A. Orientation and Self-calibration of ALOS PRISM Imagery. The Photogrammetric Record, v.23, n.123, p. 323-340, 2008.

LATORRE, M. L.; CARVALHO JUNIOR, O.A.; SANTOS, J. R.; SHIMABUKURO Y. E. Integração de dados de sensoriamento remoto multi resoluções para a representação da cobertura da terra utilizando campos contínuos de vegetação e classificação por árvores de decisão. Revista Brasileira de Geofísica, v. 25, n. 1, p. 63-74, 2007.

LAURENCE, W. F.; ALBERNAZ, A. L. K. M.; SCHROTH, G.; FEARNSIDE, P. M.; BERGEN, S.; VENTICINQUE, E. M.; COSTA, C. Predictors of deforestation in the Brazilian Amazon. Journal of Biogeography, v. 29, p. 1-12, 2002.

MACLEOD, R. D.; CONGALTON, R. G. A Quantitative Comparison of Change-Detection Algorithms for Monitoring Eelgrass from Remotely Sensed Data. Photogrammetric Engineering & Remote Sensing, v. 64, n. 3, p. 207-216, 1998.

MARTINELLI, M. Curso de Cartografia Temática. São Paulo: Contexto, 1991, 112 p.MAS, J. F. Monitoring land-cover changes: a comparison of change detection techniques. International Journal of Remote Sensing, n. 18, p. 711–725, 1999.

MATTOS, J. C. F.; CARVALHO JUNIOR, O. A.; GUIMARÃES, R. F. Ecologia da paisagem voltada para o manejo de avifauna. Espaço e Geografia(UnB), Brasília, v. 2, p. 89-114, 2003.

MDA FEDERAL, Landsat GeoCover ETM+ 2000 Edition Mosaics Tile N-03-05. ETM-EarthSat-MrSID, 1.0,USGS, Sioux Falls, South Dakota, 2004.

MENKE, A. B.; CARVALHO JUNIOR, O. A.; GOMES, R.A.T.; MARTINS, E. S.; OLIVEIRA, S. N. Análise das mudanças do uso agrícola da terra a partir de dados de sensoriamento remoto multitemporal no município de Luis Eduardo Magalhães (Bahia –Brasil). Sociedade & Natureza, v. 21, n. 3, p. 315-326, 2009.

MORA, F.; IVERSON, L. R. Dynamic stratification of the landscape of Mexico: analysis of vegetation patterns observed with multitemporal remotely sensed images. Geocarto International, v. 12, n. 73–87, 1997.

MUNYATI, C. Wetland change detection on the Kafue Flats, Zambia, by classification of a multitemporal remote sensing image dataset. International Journal of Remote Sensing, v.21, n.9, p. 1787–1806, 2000.

NARUMALANI, S.; MISHRA, D. R.; ROTHWELL, R. G. Change detection and landscape metrics for inferring anthropogenic processes in the greater EFMO area. Remote Sensing of Environment, v.91, p.478–489, 2004.

PERZ, S. G.; SOUZA, J. R. C.; ARIMA, E.; CALDAS, M.; BRANDÃO, A.; SOUZA, K.; WALKER, R. O dilemas das estradas não oficiais na Amazônia. Ciência Hoje. v. 37, n. 222, p. 56-58, 2005.

REED, B. C.; BROWN, J. F.; VANDERZEE, D.; LOVELAND, T. R.; MERCHANT, J. W.; OHLEN, D. O. Measuring phenological variability from satellite imagery. Journal of Vegetation Science, v. 5, p. 703-714, 1994.

RIBEIRO, J. F.; WALTER, B. M. T. Fitofisionomias do Bioma Cerrado. In:SANO, S.M.; ALMEIDA, S. P. Cerrado: ambiente e flora. Planaltina, DF: EMBRAPA-CPAC, 1998, Capítulo 3, p. 89-166.

RIDD, M.K.; LIU, J. A comparison of four algorithms for change detection in an urban environment. Remote Sensing of Environment,v. 63, p. 95–100, 1998.

ROSA, R. Introdução ao sensoriamento remoto. 2. ed. Uberlândia, MG: EdUFU, 1992, 110 p.

SACHS, I. Desenvolvimento: includente, sustentável, sustentado. Rio deJaneiro: Garamond, 2004. 152p.

SADER, S. A.; BERTRAND, M.; WILSON, E. H. Satellite change detection of forest harvest patterns on an industrial forest landscape. Forest Science, v. 49, n. 3, p. 341–353, 2003.

SALES, V. de C. Geografia, sistemas e análise ambiental: abordagem crítica. Geousp –Espaço e Tempo,n. 16, p. 125-141, 2004.

SAMPAIO, C. S. Abordagem metodológica baseada nos dados multitemporais MODIS/EVI/NDVI para classificação da cobertura vegetal na região do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros/GO. 2007. 73 f. Dissertação (Mestrado em Geografia), Universidade de Brasília, UnB, Departamento de Geografia, GEA, Brasília, DF. 2007.

SANTANA, O.A.; CARVALHO JUNIOR, O.A.; GOMES, R.A.T.; CARDOSO, W.S.; MARTINS, E.S.; PASSO, D.P.; GUIMARÃES, R.F. Distribuição de espécies vegetais nativas em distintos macroambientes na região do Oeste da Bahia. Espaço e Geografia, v. 13, n. 2, p. 181-223, 2010.

SANTOS, F. J. dos. Gestão agroecológica de Microbacias, Através de Técnicas de Geoprocessamento e Sensoriamento Remoto –Caso Pantanoso. 1999. 84 f. Dissertação (Mestrado em Sensoriamento Remoto), Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Centro Estadual de Pesquisas em Sensoriamento Remoto e Meteorologia, CEPSRM, Porto Alegre, RS. 1999.

SAUNDERS, S. C.; MISLIVETS, M. R.; CHEN, J.; CLELAND, D. T. Effects of roads on landscape structure within nested ecological units of the Northern Great Lakes Region, USA. Biological Conservation. v.103, p. 209-225, 2002.

SINGH, A. Digital change detection techniques using remotely-sensed data. International Journal of Remote Sensing, v. 10, p.989–100, 1989.

SKAKUN, R. S.; WULDER, M. A.; FRANKLIN, S. E. Sensitivity of the thematic mapper enhanced wetness difference index to detect mountain pine beetle red-attack damage. Remote Sensing of Environment, v. 86, p. 433–443, 2003.

SOTCHAVA, V. B. O estudo de geossistemas. Métodos em Questão, Instituto de Geografia USP. São Paulo, v. 16, p. 1-52, 1977.

SOUZA JR, C.; BRANDÃO, A.; ANDERSON, A.; VERÍSSIMO, A. Avanço das estradas endógenas na Amazônia. Amazônia em Foco. Manaus: Imazon, n. 1, p.1-2, 2004.

WEISMILLER,R. A.; KRISTOF, S. J.; SCHOLZ, P. E.; ANUTA, P. E.; MOMIN, S. A. Change detection in coastal zone environments. Photogrammetric Engineering and Remote Sensing, v. 43, p. 1533–1539, 1977.

XAVIER-DA-SILVA, J. Geoprocessamento para análise ambiental. Rio de Janeiro: Edição do autor, 2001, 228p.

YUAN F, SAWAYA KE, LOEFFELHOLZ, B & BAUER ME. Land cover classification and change analysis of the Twin Cities (Minnesota) metropolitan area by multitemporal Landsat remote sensing. Remote Sensing of Environment, v. 98, n. 2, p.317–328, 2005.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/raega.v26i0.30153

Direitos autorais

_____________________________________________

ISSN (IMPRESSO) 1516-4136 até 2008

ISSN (ELETRÔNICO) 2177-2738 a partir de 2009