AGRICULTURA E MERCADO NO BRASIL: REVENDO AS VISÕES DA GEOGRAFIA SOBRE OS CONDICIONANTES DA PRODUÇÃO AGRÍCOLA NO CAPITALISMO

Luis Lopes DINIZ FILHO

Resumo


O artigo se inicia com uma crítica à visão que opõe o agronegócio à agricultura familiar (a qual é hegemônica na geografia agrária brasileira) e apresenta as polêmicas travadas sobre essa questão durante o XIX Encontro Nacional de Geografia Agrária – Enga. Com base nessas discussões, faz também uma discussão sobre as relações entre ciência e ideologia nos estudos sobre reforma agrária.

Palavras-chave


Agricultura; Estado Nutricional; Reforma agrária

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, J. Agroecologia: paradigma para tempos futuros ou resistência para o tempo presente? Desenvolvimento e meio ambiente, Curitiba, n. 6, p. 29-40, jul.-dez. 2002.

BRANDENBURG, A. Movimento agroecológico: trajetória, contradições e perspectivas. Desenvolvimento e meio ambiente, Curitiba-PR, n. 6, p. 11-28, jul.-dez. 2002.

BROIETTI, M. H.; MEDEIROS, M. C.; SAMPAIO, F. S. Dinâmica capitalista na agricultura brasileira: acumulação e relações de trabalho. Cadernos Geográficos, Florianópolis, n. 11, p. 1-78, maio 2005.

BUAINAIN, A. M.; DI SABATO, A.; GANZIROLI, C. E. Agricultura familiar: um estudo de focalização regional. In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 42., 2004. Disponível em: < http://www.sober.org.br/palestra/12/09O437.pdf> Acesso em: 05 nov. 2010.

CAMPOS, C. S. S.; CAMPOS, R. S. Soberania alimentar como alternativa ao agronegócio no Brasil. In: COLOQUIO INTERNACIONAL DE GEOCRÍTICA, 9., 2007, Porto Alegre. Disponível em: Acesso em: 12 ago. 2007.

CAPEL, H. Las ciencias sociales en la solución de los problemas del mundo actual. In: COLOQUIO INTERNACIONAL DE GEOCRÍTICA, 9., 2007. Disponível em: Acesso em: 18 ago. 2007.

CARLOS, A. F. A. A “geografia crítica” e a crítica da geografia. In: COLOQUIO INTERNACIONAL DE GEOCRÍTICA, 9., 2007. Disponível em: Acessoem: 18 ago. 2007.

DAROLT, M. R. Agricultura orgânica: um estudo de sustentabilidade na Região Metropolitana de Curitiba, Paraná. In: MENDONÇA, F. A. (org.). Cidade, desenvolvimento e meio ambiente: a abordagem interdisciplinar de problemáticas sociambientais urbanas de Curitiba e Região Metropolitana. Curitiba: Editora UFPR, 2004.

DINIZ FILHO, L. L. A Geografia Crítica brasileira: reflexões sobre um debate recente. Geografia, Rio Claro, v. 28, n. 3, p. 307-321, set.-dez. 2003.

DINIZ FILHO, L. L. Certa má herança marxista: elementos para repensar a geografia crítica. In: KOZEL, S.; MENDONÇA, F. A. (org.). Elementos de epistemologia da Geografia contemporânea. Curitiba: Ed. da UFPR, 2002.

DINIZ FILHO, L. L. A dinâmica regional recente no Brasil: desconcentração seletiva com “internacionalização” da economia nacional. Doutorado em Geografia Humana –Departamento de Geografia da FFLCH-USP, São Paulo, 2000.

FERREIRA, A. A produção do espaço: entre dominação e apropriação. Um olhar sobre os movimentos sociais. In: COLOQUIO INTERNACIONAL DE GEOCRÍTICA, 9., 2007. Disponível em: < http://www.ub.es/geocrit/9porto/ aferrei.htm> Acesso em: 18 ago. 2007.

FONSECA, R. B.; SALLES FILHO, S. A agropecuária brasileira. In: Vários Autores. Diagnósticos setoriais da economia paulista: introdução geral e agropecuária. São Paulo: Seade, 1992 (Coleção São Paulo no Limiar do Século XXI, 2).

GOLDIN, I.; RESENDE, G. C. jan.A agricultura brasileira na década de 80: crescimento numa economia em crise. Rio de Janeiro: Ipea, 1993 (Série Ipea, 138).

HOFFMAN, R. Queda da Desigualdade da Distribuição de Renda no Brasil, de 1995 a 2005, e Delimitação dos Relativamente Ricos em 2005. In: BARROS, R. P.; FOGUEL, M. N.; ULYSSEA, G. (org.). Desigualdade de renda no Brasil: uma análise da queda recente. Brasília: Ipea, v. 1, 2006.

IBGE. Pesquisa de orçamentos familiares 2002-2003: análise da disponibilidade domiciliar de alimentos e do estado nutricional no Brasil. Rio de Janeiro: IBGE, 2004.

IBGE. Pesquisa nacional por amostra de domicílio: segurançaalimentar 2004. Rio de Janeiro: IBGE, 2006.

IBGE. Censo Agropecuário: agricultura familiar, primeiros resultados 2006. Rio de Janeiro: IBGE, 2009.

KAMEL, A. Livro didático e propaganda política. O Globo, 02 out. 2007.

KAMEL, A. Não somos racistas: uma reação aos que querem nos transformar numa nação bicolor. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2006.

KARAM, K. F. Agricultura orgânica: um estudo para uma nova ruralidade. In: Mendonça, Francisco de Assis (org.). Cidade, desenvolvimento e meio ambiente: a abordagem interdisciplinar de problemáticas sociambientais urbanas de Curitiba e Região Metropolitana. Curitiba: Editora UFPR, 2004.

LAMARCHE, H. (coord) Agricultura Familiar: comparação internacional. v. 1. Uma realidade multiforme. Campinas: UNICAMP. 1993 (Coleção Repertórios).

MUSUMECI, L. O mito da terra liberta: colonização “espontânea”, campesinato e patronagem na Amazônia Oriental. São Paulo: Vértice; Anpocs, 1988 (Coleção Socius, 2).

NERI, M. Desigualdade, estabilidade e bem-estar social. BARROS, R. P.; FOGUEL, M. N.; ULYSSEA, G. (org.). Desigualdade de renda no Brasil: uma análise da queda recente. Brasília: Ipea, v. 1, 2006.

OLIVEIRA, A. U. Modo capitalista de produção e agricultura. 2. ed. São Paulo: Ática, 1987.

OLMOS, F. et al. Reforma agrária, meio ambiente e unidades de conservação. Disponível em Acesso em: 22 jul. 2007.

RANDOLPH, R. Doplanejamento colaborativo ao planejamento “subversivo”: reflexóes sobre limitações e potencialidades de planos diretores no Brasil. In: COLOQUIO INTERNACIONAL DE GEOCRÍTICA, 9., 2007, Porto Alegre. Disponível em: Acesso em: 19 ago. 2007.

ROMANO, R. Conservadorismo Romântico. 2. ed. São Paulo: Ed. UNESP, 1997.SALM, C. Sobre a recente queda da desigualdade de renda no Brasil: uma leitura crítica. BARROS, R. P.; FOGUEL, M. N.; ULYSSEA, G. (org.). Desigualdade de renda no Brasil: uma análise da queda recente. Brasília: Ipea, v. 1, 2006.

SCOLESE, E. De FHC a Lula: manipulações, números, conceitos e promessas de reforma agrária. Terra Livre, São Paulo, v. 2, n. 23, p. 123-138, 2004.

SCHMIDT, G. A agricultura e ecológica na Alemanha. Desenvolvimento e meio ambiente, Curitiba, n. 6, p. 105-116, jul.-dez. 2002.

SERRA, José. Ciclos e mudanças estruturais na economia brasileira do após-guerra. Revista de Economia Política, v. 2/2, n. 6, p. 5-45, 1982.

SILVA, J. G. A nova dinâmica da agricultura brasileira. 2aed. rev. Campinas: Unicamp/IE, 1998.

VESENTINI, J. W. Brasil: sociedade e espaço –geografia do Brasil. 28. ed. SP: Ática, 1998.

VESENTINI, J. W. Geografia: geografia geral e do Brasil, volume único: livro do professor. 1 ed. São Paulo: Ática, 2005.




DOI: http://dx.doi.org/10.5380/raega.v23i0.24835

Direitos autorais

_____________________________________________

ISSN (IMPRESSO) 1516-4136 até 2008

ISSN (ELETRÔNICO) 2177-2738 a partir de 2009