Investigações psicológicas no ciberespaço: o impacto do interesse, filiação grupal e conhecimento na adesão às crenças ufológicas

Marcos Emanoel Pereira, Joice Ferreira da Silva, Paula Bacellar e Silva

Resumo


A presente pesquisa teve por objetivo identificar os padrões diferenciais de crenças compartilhadas por pessoas envolvidas ou não com grupos de pesquisas ufológicas. Foram estudados os efeitos das variáveis, grau de conhecimento, interesse pela pesquisa e de vinculação com os grupos ufológicos, bem como a religião, a idade, o sexo e a escolaridade sobre as  crenças relacionadas com os extraterrestres e os objetos voadores não-identificados. De acordo com a semelhança do conteúdo, os itens do questionário foram agrupados em cinco blocos de  crenças: os extraterrestes e a humanidade; a interferência dos extraterrestres no planeta Terra; os extraterrestres e os humanos; os extraterrestres, a ciência e os cientistas; e as teorias conspiratórias. O instrumento de coleta de dados foi colocado online e, até a elaboração deste resumo, respondido por 617 participantes. Os resultados indicam um padrão diferencial de adesão, no sentido em que os participantes com um maior grau de conhecimento, com maior interesse e vinculados aos grupos de pesquisa tendem a aderir mais intensamente às crenças que os demais participantes. Análises adicionais sugerem que apenas as variáveis, interesse, participação em grupos ufológicos e conhecimento contribuem para a explicação da variância de cada uma das crenças.

 

Palavras-chave: crenças compartilhadas; ufologia; extraterrestres; conhecimento.


Palavras-chave


crenças compartilhadas; ufologia; extraterrestres; conhecimento

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v10i2.7696

Direitos autorais