A psicologia e a formação de professores: ação e reflexão a partir da percepção de professores em formação

Mírian Barbosa Tavares Raposo, Diva Maria Moraes Albuquerque Maciel

Resumo


Este artigo apresenta parte de um estudo mais amplo, cujo objetivo foi investigar como o professor transforma os conteúdos das teorias psicológicas em ferramenta para a organização de seu trabalho pedagógico, na mesma dimensão em que utiliza sua prática para construir novas teses teóricas em sua formação continuada. Arquitetado nos pressupostos teóricos e  metodológicos da abordagem sociocultural construtivista, o estudo analisou a proposta curricular e a organização pedagógica de um curso semipresencial de graduação em pedagogia, em seus vários níveis. Neste artigo, focalizamos os resultados co-construídos por meio das seguintes estratégias metodológicas: (1) consulta aos portfólios de 13 professoras cursistas; (2) entrevista  semi-estruturada com essas 13 cursistas; e (3) observação da atuação docente de uma das cursistas em sua sala de aula. A análise e discussão dessas informações foram orientadas por três categorias teóricas construídas para este estudo: o exercício reflexivo; o papel ativo do aprendiz; e o papel do outro.  Acredita-se que tais informações representam importantes contribuições para a construção de estratégias didáticas inovadoras para a formação de professores.

 

Palavras-chave: psicologia e formação de professores; aprendizagem docente; abordagem sociocultural construtivista.


Palavras-chave


psicologia e formação de professores; aprendizagem docente; abordagem sociocultural construtivista

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v10i2.7685

Direitos autorais