O conteúdo da vida amorosa de estudantes universitários

Ailton Amélio da Silva

Resumo


Embora existam muitas teorias e concepções sobre o amor, poucos estudos descreveram o conteúdo da vida amorosa. Esta pesquisa tem os seguintes objetivos: descrever as incidências de seis tipos de experiências amorosas; identificar as variabilidades destas experiências e suas inter-relações e verificar se há relação entre estas experiências e o sexo dos participantes. Participaram deste estudo 368 estudantes universitários: 303 na primeira amostra (177 mulheres e 126 homens) de três cursos universitários e 65 na segunda amostra (40 mulheres e 25 homens) de dois cursos universitários. A idade média destes estudantes era 24,3 anos (homens 23,9 anos e mulheres 24,7 anos). As incidências médias por participante das experiências amorosas foram as seguintes: “Ficar” – 26,1 parceiros; Parceiros Sexuais – 4,9; Namorados – 2,9; Paixões – 3,6; Amores – 1,3 e Percentagem de Participantes Apaixonados – 64%. As distribuições de várias destas experiências dependeram do sexo dos participantes Várias das experiências amorosas das duas amostras apresentaram relações estaticamente significantes entre si o que indica uma grande similaridade entre elas.

 

Palavras-chave: relacionamento amoroso; experiências amorosas; amor; sexo.


Palavras-chave


relacionamento amoroso; experiências amorosas; amor; sexo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v10i2.7684

Direitos autorais