Avaliação de Resultados de Psicoterapia Psicodinâmica Breve em Contextos Institucionais

Patricia Dotta, Fernanda Barcellos Serralta

Resumo


Esse estudo de casos múltiplos investigou a efetividade da psicoterapia psicodinâmica breve (PPB) e o processo de mudança intra e interpessoal de pacientes atendidos em uma empresa. Participaram do estudo 03 funcionários com queixas psicológicas diversas. A coleta dos dados incluiu medidas de auto relato para a avaliação da mudança da psicoterapia (OQ-45 - Outcome Questionnaire), sintomas psicopatológicos (BSI - Brief Symptom Inventory), mecanismos de defesa (DSQ- 40-Defensive Style Questionnaire) e empatia (EMRI-Escala Multidimensional de Reatividade Interpessoal), aplicadas na 1ª, 6ª e na 12ª sessão (término do tratamento). Em todos os casos foi constatado abrandamento sintomatológico e melhora nos relacionamentos interpessoais e em dois casos as mudanças sintomáticas foram clinicamente significativas e confiáveis. O estudo sugere que a PPB pode promover mudanças significativas na saúde mental dos trabalhadores e que as intervenções mais efetivas são aquelas que incidem sobre crises. Estudos em maior escala são necessários para generalizar os achados.

Palavras-chave


(Psicoterapia; Psicoterapia Breve; Avaliação de Resultado de Intervenções Terapêuticas).

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v23i02.56959

Direitos autorais 2019 Patricia Dotta, Fernanda Barcellos Serralta

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.