Efeitos do ensino via CRMTS sobre leitura e construção de sentenças para crianças com autismo

Glenda Miranda da Paixão, Grauben José Alves de Assis

Resumo


Crianças com diagnóstico de Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) apresentam dificuldades na aprendizagem de leitura, fazendo-se necessário avaliar e elaborar procedimentos de ensino de repertórios de leitura para essa população. Além disso, existem poucos dados apresentados acerca do repertório de escrita. Este estudo objetivou verificar os efeitos de um treino via Constructed Response Matching to Sample — CRMTS no desenvolvimento das leituras textual e com compreensão, e da construção de sentenças, a partir de um procedimento informatizado, dividido em três estudos. Como resultado, três crianças demonstraram leitura textual e com compreensão de palavras. Duas crianças demonstraram leitura textual, compreensão e construção generalizada de sentenças de três e cinco termos. Uma criança demonstrou leitura textual, compreensão e construção generalizada de sentenças com dois termos. Houve formação de classes de equivalência e de classes ordinais. As estratégias combinadas de graduação da dificuldade da tarefa, reforçamento imediato e fornecimento de dicas, somadas ao estabelecimento do controle pelas sílabas, contribuíram para que os participantes aprendessem a ler e construir palavras e sentenças.Palavras-chave: constructed response matching to sample; autismo; sentença; leitura.

Palavras-chave


constructed response matching to sample; autismo; sentença; leitura

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v22i1.51327

Direitos autorais 2018 Glenda Miranda da Paixão, Grauben José Alves de Assis

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.