A transmissão na constituição do sujeito: Uma abordagem lacaniana

Luciana Jaramillo Caruso de Azevedo, Terezinha Féres Carneiro, Eduardo Ponte Brandão

Resumo


Em função da relevância da transmissão na estruturação do sujeito do inconsciente, o presente artigo propõe uma articulação entre a noção de transmissão psíquica e o conceito de “Nome-do-Pai”. Para atingir tal proposta, inicialmente, será feita uma reflexão sobre o complexo de Édipo, em Freud, culminando na formação do Superego. Em seguida, será apresentada a questão do Édipo para Lacan e a metáfora paterna, onde Lacan propõe uma concepção da função do pai no complexo de Édipo. Por fim, será abordada a inscrição do “Nome-do-Pai” e a introdução do significante do pai como uma ordenação na linhagem e na série das sucessivas gerações.


Palavras-chave


transmissão; complexo de Édipo; superego; Nome-do-Pai

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v22i2.49797

Direitos autorais 2018 Interação em Psicologia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.