Estudo preliminar para a construção da Escala de Autoconceito Infanto-Juvenil (EAC-IJ)

Fermino Fernandes Sisto, Selma de Cássia Martinelli

Resumo


Esta pesquisa trata da construção e estudo fatorial de um instrumento para avaliar o autoconceito para crianças e jovens nos contextos social, escolar, familiar e pessoal. Foram analisadas as respostas de 555 estudantes, com idades entre 8-16 anos. Deles, 281 (50,6%) eram do gênero masculino e 274 (49,4%) do gênero feminino, freqüentando de segunda a oitava séries do ensino fundamental. Os itens foram eliminados com base na saturação fatorial e na consistência interna e selecionados 20 itens, distribuídos nos quatro fatores pretendidos, explicando 41,09% da variância. Os coeficientes de consistência interna de Cronbach variaram de 0,59 a 0,62 para os fatores e para a pontuação total foi de 0,78. Assim, foram identificados itens que caracterizam os quatro contextos. Esses dados corroboram a perspectiva da multidimensionalidade do self defendida primeiramente por Mead e James.

Palavras-chave: análise fatorial; crianças; jovens.

 


Palavras-chave


análise fatorial; crianças; jovens

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v8i2.3254

Direitos autorais