Conceito skinneriano de comportamento eficaz

Ieda Maria Bertola Mazzo, Maura Alves Nunes Gongora

Resumo


Este ensaio apresenta o resultado de um exame de textos skinnerianos, conduzido com o objetivo de explicitar critérios com os quais Skinner emprega o termo eficaz para qualificar comportamentos. Foram examinados alguns textos nos quais ele mais emprega esse termo: aqueles que tratam das contingências de reforço, do planejamento de contingências e da sobrevivência das culturas. Verificou se que Skinner tende a usar a expressão “comportamento eficaz” em relação a dois temas: 1- possibilidades ou chances de reforço e 2- comportamento cultural e sobrevivência de culturas. No primeiro caso, ele usa o termo para qualificar: respostas operantes, classes de respostas operantes específicas e repertório comportamental especial, que demonstrem maior probabilidade de produzir consequências ambientais reforçadoras. No segundo caso, o autor denomina eficaz ao comportamento que produz, não apenas consequências reforçadoras, mas também consequências culturais relevantes. Verificou-se, ainda, que os critérios aqui explicitados constituem parte dos argumentos com os quais Skinner defende o planejamento de contingências como uma forma de garantir o aprendizado de comportamento humano eficaz. 

 

Palavras-chave: B. F. Skinner; comportamento eficaz; chances de reforço; comportamento cultural.


Palavras-chave


B. F. Skinner; comportamento eficaz; chances de reforço; comportamento cultural

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/psi.v13i2.12270

Direitos autorais