Open Journal Systems

FASCISMO À BRASILEIRA E TOTALITARISMO NEOLIBERAL

Marilena de Souza Chaui

Resumo


A ideologia integralista, disseminada no Brasil a partir de Plínio
Salgado e Miguel Reale, foi aparentemente derrotada como projeto
político pelo Estado Novo e a ditadura de Vargas. No entanto, com
diversas atualizações, permaneceu na sociedade brasileira como ideologia
da classe média urbana, nacionalista, patriótica, cristã-conservadora,
defensora do Estado forte, da família e do anticomunismo.
Consideramos que tal permanência é sustentada pela estrutura violenta
e autoritária da sociedade brasileira, na qual há um descompasso entre
o privilégio de poucos e a ausência de direitos de muitos, e amplifi -
cada pela ascensão do neoliberalismo como forma econômica e social
dominante. A união entre a sociabilidade neoliberal e tal estrutura de
violência legitimaria, para tais classes sociais, soluções autoritárias
como as propostas pelo bolsonarismo enquanto prática política.


Palavras-chave


Integralismo; neoliberalismo; bolsonarismo; totalitarismo; sociedade.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/nesef.v11i2.90718