A bancada dos júnior (es): famílias e parentesco no Legislativo Paranaense durante o governo Beto Richa

Eduardo Soncini Miranda

Resumo


Investigamos a estrutura de poder e seus respectivos agentes políticos materializada na identificação das relações de parentesco e ocupação de cargos estratégicos dentro do Governo do Paraná, em especial nas secretarias de Estado e na Assembleia Legislativa do Paraná. Nesse sentido, buscamos explicitar as relações de interesse envolvendo, sobretudo, parlamentares e cargos políticos no aparelho de Estado (executivo, legislativo e judiciário), buscando assegurar vantagens e privilégios (sociais, econômicos e eleitorais) para esses participantes. Através da análise do perfil sociológico, das trajetórias políticas e dos cargos ocupados pelos atores e dados eleitorais afim de identificar situações de privilégio/destaque no que tange a relação de parentesco e ocupação de cargos estratégicos dentro do aparelho do Estado. Por fim, analisamos as trajetórias e conexões entre as famílias dos principais atores envolvidos dentro dessa complexa teia de interesses e resgataremos as origens históricas desses desdobramentos.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5380/nep.v2i2.47009

Apontamentos

  • Não há apontamentos.